diario as beiras
CoimbraGeral

Pandemia da covid-19 ainda afeta negócio nos restaurantes de Coimbra

25 de janeiro às 11h57
0 comentário(s)

DB- Ana Ferreira

As medidas mais restritivas de contenção da pandemia terminaram a 14 de janeiro, mas a restauração ainda sente os efeitos negativos dessas limitações.

No topo da rua Couraça de Lisboa, o restaurante Couraça ainda sente os problemas da pandemia. Paulo Batista, proprietário do restaurante, frisou a dificuldade sentida nos últimos dias. “As medidas já levantaram há duas semanas, mas as pessoas continuam com medo de vir jantar ou almoçar fora”, disse.

Para Paulo Batista, a época do ano normalmente também não costuma ser a melhor. “O início do ano, depois da passagem de ano, costuma ser, por si só, fraco. Ainda para mais, os estudantes fazem parte do nosso público e estão em época de exames”, indicou.

No final da mesma rua, o restaurante Passaporte aproveitou esta altura para fazer férias, prevendo o pior cenário. Um dos proprietários do restaurante, Álvaro Gouveia e Melo, explicou que o restaurante previu esta quebra. “Nós já sentimos a quebra na faturação nos meses de novembro e janeiro, com estas medidas aproveitámos para fechar e fazer uns ajustes”, afirmou.

Álvaro Gouveia e Melo sublinhou que os próximos meses vão continuar neste registo. “Até março prevemos que o negócio vá andando a crescer muito lentamente para depois termos um bom verão”, realçou. O proprietário esclareceu, no entanto, que não podem vir mais medidas de controlo da pandemia. “Mesmo a obrigatoriedade de apresentação de certificado digital retira clientes, se vierem mais medidas vai ser prejudicial para o setor”, avisou.

Por outro lado, Paulo Batista reiterou que o take- -away tem sido uma grande ajuda para o restaurante Couraça. “Sem o take-away não tínhamos hipóteses, tem sido uma ferramenta fundamental para a sobrevivência do restaurante”, garantiu.
Neste momento, depois de terem sido levantadas as medidas restritivas de contenção da pandemia, só é necessária a apresentação do certificado de vacinação contra a covid-19 para se poder entrar num estabelecimento de restauração.

Autoria de:

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra

Geral