diario as beiras
Coimbra

Solo Show da Bienal de Coimbra mantém-se no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova em 2025

29 de junho às 16h51
0 comentário(s)
Ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, visitou exposição da Bienal de Coimbra, mas não falou à comunicação social

O Solo Show da Bienal de Coimbra do próximo ano vai realizar-se no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal de Coimbra ao DIÁRIO AS BEIRAS, à margem da visita à exposição da bienal deste ano.

“Já temos a autorização para que o Solo Show seja aqui no mosteiro no próximo ano. Já está garantida a existência do Solo Show aqui”, revelou o edil, assumindo também que o evento cultural já faz parte da cidade.

“Passaram aqui mais de 10 mil pessoas só no mosteiro. A bienal é já um património cultural de Coimbra e Coimbra não pode prescindir da bienal”, disse.

Câmara garante mais espaço para a Bienal no mosteiro

José Manuel Silva anunciou ainda que a autarquia está prestes a assegurar mais espaço do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova para no futuro ser utilizado também pela bienal.

“Acreditamos que seja possível fazer uma simbiose entre turismo, património, hotelaria e cultura. A bienal vai continuar aqui a ter um espaço significativo e relevante. Os espaços das oficinas e todo o espaço dos jardins passarão a pertencer à autarquia nos próximos 75 anos. Já temos esse acordo, não assinado, mas definido com a Estamo e a câmara fica com cinco hectares e meio”, frisou o presidente da câmara, lembrando que este espaço será um complemento.

“Garantimos que a Bienal, além do espaço que lhe é afeto pelo caderno de encargos do concurso do revive para a unidade hoteleira, terá mais um espaço aqui no mosteiro para utilizar”, realçou.

Hotel pode ser financiador

Apesar de defender a continuidade da Bienal de Coimbra no mosteiro, o presidente da câmara não esquece que o local será, futuramente, um hotel de luxo e, nessa ótica, até vê nessa unidade hoteleira um possível parceiro para a Bienal de Coimbra.

“Este mosteiro tem um potencial extraordinário como hotel cinco estrelas. Se tiver uma taxa de ocupação de 50%, passarão por aqui, por ano, mais de 40 mil pessoas com um elevado poder de compra. Esse hotel garante a Coimbra um acesso a um turismo de outro nível. Se tudo correr bem, esta unidade hoteleira poderá vir financiadora da Bienal de Coimbra”, salientou.

Antigo pediátrico como reserva

Por outro lado, o antigo Hospital Pediátrico de Coimbra, que foi anunciado pelo edil na inauguração desta Bienal como o mais provável espaço para receber o Solo Show em 2025, passou a espaço de reserva.

“Enquanto tivermos o mosteiro disponível, não arranjamos outro igual. No entanto, já fomos visitar o antigo Hospital Pediátrico, que é também um espaço extraordinariamente digno e estamos a tratar da transferência da dominialidade para a câmara, garantindo, no futuro, que poderá ser um espaço utilizado pela Bienal, até num conceito de maior permanência”, frisou.

A Bienal de Coimbra começou a 6 de abril, termina amanhã e hoje realizou a penúltima visita à exposição, que contou com a presença da ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, e a secretária de Estado da Cultura, Maria de Lurdes Craveiro, que não quiseram falar à comunicação social.

Autoria de:

António Cerca Martins

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra