Opinião: Vamos a isso!

Posted by

Concorda com a reposição das freguesias extintas em 2012?

Já é a segunda vez que o assunto sobre a reforma administrativa é abordado nesta rubrica e começo este artigo como terminei o primeiro texto em março passado: Se concordo em voltarmos a ter 18 freguesias? Claro que sim! Governo Socialista, Câmara Municipal Socialista, Juntas de Freguesia Socialistas, estão à espera de quê? Sim, a pergunta que fica no ar é mesmo esta.
Relembro que António Costa governa o país desde 2015. Uma das suas bandeiras eleitorais era a reposição das freguesias a nível nacional. Ainda não reverteu porquê? Agora a razão será o possível veto do Sr. Presidente da República? Os Presidentes das maiores freguesias do concelho agora estão calados? Ou este tema só serve para, em altura de eleições autárquicas, atacar o PSD?
Mas ao concordar com a desagregação das freguesias, não falo apenas de uma nova reforma administrativa. O que interessa mesmo são as pessoas. Para a realidade ser justa e equitativa é necessário que se reponha serviços de proximidade que foram retirados de forma “manhosa” às populações. Não basta preencher os edifícios das juntas e criar novos executivos.
É necessário devolver os serviços de saúde de proximidade. Dar condições dignas no acesso aos cuidados de saúde primários. Seria fundamental investir na educação, dando condições para novas creches e jardins de infância, sendo uma forma dos jovens se fixarem nas nossas freguesias. É preciso que o executivo da Câmara capte investimento para que todo o concelho beneficie de um desenvolvimento económico.
É necessário também existirem boas estruturas viárias de acesso a diversos locais que estão mais afastados do centro. É urgente diminuir o isolamento das pessoas mais idosas. É crucial apostar numa rede de transporte públicos que sirva os interesses de todos. É urgente diminuir as assimetrias de quem vive no centro da cidade e de quem está mais afastado.
Conclusão: A devolução das freguesias por si só não basta. Se continuar a existir ideias avulsas, que não beneficiam ninguém, se continuarem a insistir numa ausência de estratégia para o concelho e falharem com as pessoas vamos continuar a ter uma Figueira parada no tempo. Restabelecer as freguesias é dar-lhes dignidade!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.