Eleições para a Junta de Góis disputadas por três candidaturas

Posted by

FOTO DR

As eleições intercalares para a Junta de Freguesia de Góis, que se realizam no domingo, vão ser disputadas por três candidaturas, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo.
“Concorrem a este ato eleitoral o PSD, a CDU e a lista Unidos pela Freguesia de Góis”, adiantou a mesma fonte.
Relativamente às eleições de 26 de setembro de 2021, ganhas pelo PSD, sem maioria, deixou de concorrer o PS e o movimento Grupo de Cidadãos Independentes por Góis, que se apresentam com a lista Unidos pela Freguesia de Góis.
Nas últimas autárquicas, o PSD venceu com 467 votos (quatro mandatos), seguido do Grupo Cidadãos Independentes por Góis com 430 (três) e o PS com 318 (dois), mas o executivo nunca foi formado devido a divergências entre as três forças políticas.
Após várias tentativas para formar executivo, sem sucesso, o partido vencedor viu as forças da oposição renunciarem em bloco na Assembleia de Freguesia, em dezembro.
O despacho do então secretário de Estado da Modernização e Administração Local que determinou a marcação de eleições intercalares foi publicado em Diário da República no início de fevereiro, após o atual presidente da Junta ter comunicado a impossibilidade de ser formado o executivo.
Desde o final de fevereiro que a Junta de Góis é dirigida por uma comissão administrativa nomeada pelo secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, constituída pelo atual presidente, Pedro Nogueira, por João Vasco, também do PSD, e por António Mourão, que encabeçou a lista do Grupo Cidadãos Independentes por Góis. Nestas eleições estão recenseados 1.700 eleitores.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.