Opinião: “Oito anos de pouca história”

Posted by

 

Mas afinal o que de tão grandioso está escrito no livro de pedras do Cabo Mondego? O Cabo Mondego é um afloramento da Idade jurássica média localizado no extremo ocidental da Serra da Boa Viagem. Apresenta registos geológicos únicos à escala mundial, com um valor incalculável ao nível científico e educacional, que nos permite perceber acontecimentos históricos de grande relevância para a humanidade.

Relembro também que, no ano de 2007, foi classificado como Monumento Natural, tendo como principal objetivo a promoção e a conservação do local. E aqui coloco a primeira questão: A intenção da proteção do espaço foi cumprida? Infelizmente não! Neste local existia a exploração de pedreiras por parte da Empresa Cimpor, mas no início de 2013, encerrou a sua atividade.
Desde então e, apesar da cessação da atividade privada, continuou a existir um visível abandono do local. Ao longo dos anos questionei o porquê de a Empresa de exploração não requalificar os espaços que sofreram com extrações. E volto a perguntar: Porque não foi cumprida a lei?

Qual o trabalho realizado pelo executivo da Câmara para se fazer cumprir as regras? Nunca cheguei a perceber. Uma coisa é certa, até hoje não existiu qualquer recuperação paisagística. Passaram 8 anos e, de repente, já se pode tudo.
Já se consegue vislumbrar um futuro Geoparque. Que evolução estrondosa! Finalmente vai ser dado o devido valor à nossa “joia” pré-histórica. Assim sendo, vejo no edifício principal da antiga pedreira, um local dedicado ao ensino nas áreas adjacentes à matéria em questão. Um centro de investigação. Um local onde se enaltecesse a história jurássica e se dignificasse também a nossa herança mineira.

Como tenho observado muita coisa nos últimos anos, não consigo evitar a desconfiança perante certas intenções. Ainda por cima assistindo, a supostas requalificações de locais no nosso concelho, comparadas a pomposos projetos europeus, ou verificando que só se promove a Figueira comparando-a a outros lugares do mundo. Temo que alguém olhe para o Cabo Mondego e vislumbre um “Resort” à moda do caribe. Repetindo as palavras da semana passada: Já nada me surpreende! Vamos continuar a esperar para ver!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.