Opinião – Nada, nada, nada…

Posted by
Jaime Marta Soares

Jaime Marta Soares

Quando em Maio de 1974 assumimos responsabilidades políticas no Municipio de Vila Nova de Poiares arregaçámos as mangas e metemos mãos à obra, definindo em conjunto com os Poiarenses o Projecto para o Futuro.

O nosso primeiro e grande objectivo foi convidar os Poiarenses para que com a sua permanente cumplicidade iniciássemos uma caminhada segura que nos permitisse ultrapassar as grandes dificuldades do município e das pessoas nas mais variadas áreas nomeadamente nas Infraestruturas , na Cultura, no Social, na Educação, no Desporto, no Ambiente e no Desenvolvimento Económico. E assim fomos fazendo os nossos caminhos, caminhando.

Construimos muitos, recuperámos outros, preparámos as autoestradas do futuro. Das estradas, caminhos e ruas, algumas poucas existentes, muitas pavimentadas com mato, estreitas e esburacadas, substituímos por outras modernas e projectadas para um futuro de modernidade.

Do inexistente abastecimento de água, já que a que servia as populações era captada nas antigas fontes, nos poços e de chafurdo demos lugar a abastecimento com abundância, com qualidade e em todos os lugares e habitações do concelho. Da luz do candeeiro a petróleo, do gasómetro e do petromax demos lugar à total cobertura de iluminação pública , casa a casa e em todo o concelho.

Construímos habitação social, centros de convívio, igrejas, capelas, escolas, quartéis de bombeiros, centros culturais, monumentos, jardins, parques, alamedas, zonas industriais, avenidas, caminhos florestais, pavilhões desportivos, ginásios, piscinas, espaços de lazer, etc. Fizémos obra! Quem? O Povo que sempre encontrou abertura, diálogo e compreensão para as suas propostas e necessidades, numa cumplicidade participada, séria e respeitada.

O mesmo Povo fez da sua terra o que ela é hoje, com Progresso, Desenvolvimento, Qualidade de vida e Bem- Estar Colectivo, não esquecendo a Paz Social. O Povo de Poiares está, pois, muito feliz com a obra que realizou.

E o que temos hoje de positivo na governação desta Câmara Socialista? Pergunto mesmo aos Poiarenses o que já viram de útil nesta governação? Será difícil senão mesmo impossível responder a esta questão, pois mesmo que muito procurem ou pesquisem, não encontram Nada, Nada de Nada. Ou melhor, e para sermos mais justos, umas árvores plantadas, umas placas de inauguração de ruas, avenidas e alteração do nome do Estádio Municipal. O que mais? Digam-nos onde!

Felizmente que encontraram tudo isso construído e realizado, permitindo-lhes assim, ficarem na foto das inaugurações dos empreendimentos que deixámos. Nem mais, nem menos. Exactamente assim! Esta é infelizmente a realidade actual de Vila Nova de Poiares. Acusaram-nos de deixar dívida.

É certo que deixámos, mas não aquela que proclamaram enganando os Poiarenses. Esta governação socialista tem sido hábil em atacar executivos anteriores caluniando, ofendendo e mentindo, na tentativa de camuflarem as suas incapacidades e incompetências. Entendemos que estes vão deixar ainda mais dívida, não tendo obra para apresentar, apesar de terem há já um ano, um aumento de verba mensal de cerca de 140 mil euros.

Na governação anterior os poiarenses não encontravam nem prepotência, nem incompetência nem vaidade. E hoje ? Analisem em consciência, reflictam e tirem conclusões. Resumindo e concluindo, Vila Nova de Poiares, e de total responsabilidade desta Governação Socialista perdeu-se no espaço e no tempo. Esta Governação é falha de ideias e de estratégias o que nos permite afirmar peremptoriamente, que por este caminho o nosso futuro colectivo está seriamente comprometido.

É sabido por todos que não foi este o legado que receberam dos Executivos do PSD porque esse, era de ambição, de dedicação e trabalho para onde todos os Poiarenses estavam convocados. Hoje encontramos sectarismo e protecção, mas só para alguns. Para bons entendedores, meia palavra basta. É bom que trabalhem com competência, rigor e verdade para enriquecer a História e não tentarem apagar da História, o extraordinário trabalho realizado pelos Poiarenses nos últimos 40 anos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.