Opinião – Os dois anos de mandato autárquico em Mira

Posted by
Lurdes Mesquita

Lurdes Mesquita

Para emitirmos uma apreciação credível, teremos de ser objetivos e refletirmos o pulsar da população do concelho. É notório que a atividade deste executivo municipal reflete a execução das linhas programáticas mais fortes do seu programa eleitoral.

Desde logo, uma aposta forte no turismo e na recuperação urbana de que são exemplos a requalificação do centro histórico da Praia de Mira e do prolongamento da sua marginal, que permite maior fluidez no trânsito; a requalificação do centro da Barra, que qualifica aquela zona balnear; e, ainda, a requalificação do centro da vila de Mira, que a torna mais atrativa e aprazível.

Têm sido, também, realizados eventos de natureza diversa capazes de atrair milhares de visitantes. No domínio da salubridade urbana, foi dada sequência à execução do saneamento da Praia, Casal de São Tomé e lançados novos troços em Mira e na Ermida. Todas as obras atrás referidas foram financiadas através de candidaturas a fundos dos anteriores programas comunitários, num valor que ronda 1,2 milhões de euros.

As contas da autarquia apresentam-se equilibradas, verificando-se uma redução da dívida de 26,4 por cento e uma redução do prazo médio de pagamento de 144 para 58 dias. O ano de 2014 termina sem pagamentos em atraso. De realçar a reabertura da incubadora de empresas, com redução do seu passivo em cerca de 500 mil euros, quer pelo pagamento, quer pela renegociação da sua dívida. Competência, dinamismo e cultura de proximidade são a marca desta equipa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.