Dom Duarte de Bragança admite que o país vai ter de “ceder alguma soberania”

Posted by

O pretendente ao trono admitiu esta quarta-feira (5), em Coimbra, a necessidade de Portugal ter de ceder, temporariamente, alguma soberania. É a consequência da “incúria e má governação que nos levou a ficar na total dependência do estrangeiro”, lamentou.

Em dia dedicado à República, a causa monárquica “inundou” Coimbra. A cidade foi palco da comemoração nacional dos 898 anos do Tratado de Zamora, em 5 de outubro de 1143 – uma das datas mais consensualmente aceites como momento fundador de Portugal como novo país independente.

Versão completa na edição impressa de 6 de outubro do DIÁRIO AS BEIRAS

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.