BE questiona Governo sobre Peugeot Citröen de Mangualde

Posted by

psa peugeot

O Bloco de Esquerda (BE) anunciou hoje ter questionado o Governo sobre os problemas laborais e as alegadas ameaças de encerramento da fábrica da PSAPeugeot Citröen de Mangualde.

A Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do BE recorda que, há cerca de um mês, os trabalhadores “ameaçaram entrar em greve devido a uma proposta pouco séria da administração da empresa que pretendeu impor um congelamento salarial até 2020, a troco de um prémio de 125 euros brutos”.

“Como a maioria dos trabalhadores rejeitou essa proposta por larga maioria, em votação secreta, a administração tentou negociar individualmente, pressionando-os um a um a aceitar vender assim ao desbarato os seus direitos laborais”, acrescenta.

Segundo o BE, “os trabalhadores desta fábrica já há longos anos que têm vindo a ser vítimas de uma bolsa de horas que os leva a trabalhar horas extraordinárias sem receber e de um aumento da precariedade, com sucessivos despedimentos coletivos e readmissões ao sabor das encomendas”.

“Para além disso, a PSA tem uma responsabilidade social acrescida tendo em conta os apoios que tem recebido da autarquia mangualdense (com cedência de terrenos para ampliação das instalações) e dos sucessivos governos, a troco da manutenção dos postos de trabalho”, considera.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*