Pescadores de S. Pedro queixam-se do preço da lampreia

Posted by

Foto Pedro Cruz

É sempre assim: no início da época, a lampreia escasseia e atinge valores proibitivos para a maioria das carteiras. Porém, à medida que o ciclóstomo vai subindo o rio em maiores quantidades, o preço desce.

Este ano, no entanto, os pescadores do Portinho da Gala, Figueira da Foz, queixam-se que “os compradores valem-se da crise para pagarem menos”.

João Ferreira, 50 anos, é pescador desde sempre”. Este ano não está a ser tão compensador como nos outros anos, afirma, queixando-se ainda que os intermediários não estão a pagar o preço justo.

João Lebre, 59 anos, também se dedica à pesca desde a criança. Este pescador de S. Pedro justifica a escassez de lampreia com a falta de chuva.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Jacinto Meca says:

    Só não entendo porque motivo não se queixam das redes assassinas do meixão que tudo mata e tudo destrói.

  2. Falta Seras chuva!!! Essa é forte…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*