Chef Marco Almeida abre restaurante “O Palco”

DR

“OPalco” abre hoje e quer ser o primeiro restaurante “quilómetro zero” da região Centro. O projeto imaginado pelo chef Marco Almeida tem dois pilares fundamentais: “dar palco aos melhores produtos da região” e transformá–los em protagonistas dos pratos, através de uma cozinha de autor “humilde” e “das raízes”.
A grande inovação do projeto está na relação direta que Marco Almeida tem vindo a desenvolver, ao longo de vários meses, com 17 produtores da região Centro (o que, aliás, deu origem a um documentário), que fornecem, diretamente, todos os alimentos utilizados no restaurante.
Acompanhado por uma equipa jovem, Marco Almeida também quer dar resposta às suas preocupações ambientais. O objetivo do chef, apaixonado pelo mundo rural e pela qualidade dos alimentos, é criar o primeiro restaurante “quilómetro zero” na zona centro. O conceito ainda tem raras aplicações na restauração em Portugal. No caso de “O Palco”, é garantido que todos os alimentos provêm, em média, de uma distância de até 39 quilómetros.
Desde o azeite, o ingrediente mais distante (percorre 80 quilómetros desde Lagares da Beira, Oliveira do Hospital), à salicórnia ou às algas de Aveiro, ou ao pão (feito no próprio restaurante) com farinhas moídas em pedra, em Ílhavo. Marco Almeida procurou os melhores produtos da região para a sua cozinha. Outros produtores mais próximos estão nas localidades de Anadia, Mealhada, Cantanhede, Montemor-o-Velho, Antanhol e Ansião.
“Queremos estabelecer-nos e, em breve, obter a certificação de restaurante “quilómetro zero”. O Palco abre, para já, com um menu definido (Palco Principal, Palco Infantil e Palco Vegetariano, acompanhados de uma carta de bebidas da região), mas, em breve, será um restaurante de carta fechada. “Queremos tirar o maior proveito da sazonalidade dos produtos e surpreender quem nos visitar”, afirma.
O chef e proprietário de “O Palco” é formado em Gestão e Produção de Cozinha pela Escola de Hotelaria de Coimbra. Entre Portugal e Espanha, trabalhou com José Avillez, Vincent Farges, Martín Berasategui (detentor de 12 estrelas Michelin), João Rodrigues, Filipe Carvalho, Toño Perez, e, em Coimbra, com o chef Vítor Dias no restaurante do Hotel Quinta das Lágrimas.
A abertura oficial acontece a 29 de novembro no número 55 da Avenida Dom Afonso Henriques.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.