Cerci de Mira propõe investimento de 200 mil euros para poupar energia

Posted by

DR

A Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Mira (CerciMira), no Seixo, submeteu uma candidatura, no valor de mais de 200 mil euros, para, designadamente, substituir caldeiras a GPL por bombas de calor.

A CerciMira propôs uma candidatura ao Fundo Ambiental, ao aviso 01/C13-i03 de Apoio à Renovação e Aumento do Desempenho Energético dos Edifícios de Serviços.

A ideia é proceder à “substituição das caldeiras, que funcionam a gás GPL para o aquecimento das águas sanitárias e para o aquecimento central das instalações”, por equipamentos mais eficientes, por “bombas de calor”, disse hoje à agência Lusa o diretor executivo da instituição, Nuno Castelhano.

Este investimento está previsto ser feito em 2023, mas, no entanto, está “dependente da aprovação ou não da candidatura”, já que se trata de um montante elevado para ser feito apenas com dinheiro da instituição.

“O estudo que foi feito apontava para um investimento superior a 200 mil euros para a instituição, o que para nós é incomportável”, frisou.

Para entregar a candidatura, a CerciMira tinha de ter o certificado energético e uma das ações de melhoria passa por esta substituição por bombas de calor.

Ainda nesta candidatura foi sugerida a instalação de painéis fotovoltaicos.

A cooperativa está já a proceder, com recursos próprios, à instalação de 72 painéis solares, no valor de 31.500 euros+IVA.

Este projeto visa reduzir a conta da eletricidade no futuro.

“A ideia é mais ou menos essa. É uma questão ambiental, mas é sobretudo uma questão de investimento para uma futura poupança ao nível dos recursos da instituição”, explicou Nuno Castelhano.

A CerciMira, uma instituição privada sem fins lucrativos, criada em 1978, acolhe atualmente 154 adultos, dos Municípios de Cantanhede e Mira e ainda do Município de Vagos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.