“ESEC tem sido sempre uma instituição inovadora e pioneira”

Posted by

“Foto: DR”

Que mensagem pretende transmitir no Dia da ESEC?
O dia da ESEC celebra-se no início do ano letivo e o começo de um novo ciclo é sempre um momento de expetativa e esperança. Este ano temos motivos acrescidos para estar otimistas, principalmente porque se perspetiva um retorno às condições de ensino pré-pandemia, e essa é uma condição essencial para a qualidade da nossa formação, para o desenvolvimento sociocultural dos nossos estudantes e para a concretização de projetos com parceiros nacionais e internacionais.
O último ano foi um teste à nossa resiliência individual e coletiva e parece-me importante sublinhar que fomos capazes de nos adaptar e responder positivamente às dificuldades de colocar no terreno, a partir do nada, um sistema formativo assente em metodologias de ensino a distância e de teletrabalho. Temos consciência que não fizemos tudo bem, mas também sabemos que isso não era possível nestas condições.

Como vai ser assinalada a efeméride?
Faremos uma cerimónia simples, com intervenções da presidente da Associação de Estudantes e dos presidentes da ESEC e do IPC, às quais se seguirá um momento de atribuição de distinções. A sessão encerra com uma conferência da doutora Fátima Neves, sobre os desafios que a atual década coloca aos professores.

Em que medida a pandemia afetou o funcionamento e os projetos da escola?
A pandemia obrigou-nos a concentrar esforços na transformação de cursos pensados e organizados para funcionarem em ensino presencial em cursos que se concretizaram em ensino a distância. Parece pouco mas foi um trabalho imenso que nos obrigou a rever calendários, planos de aula, metodologias de ensino, de estudo, de avaliação, de organização de conteúdos e, também, a aprender a funcionar com tecnologias audiovisuais e plataformas digitais que poucos tínhamos usado. Tivemos ainda de encontrar forma de substituir, adiar ou de reconceptualizar centenas de estágios curriculares que não se puderam concretizar, bem como de organizar novas formas de apoio e acompanhamento dos estudantes, no seu estudo e nas suas dificuldades socioeconómicas e emocionais. Mas, como disse acima, a nossa capacidade de resposta foi excecional. Ficaram prejudicadas, no entanto, muitas atividades e projetos, sobretudo os envolviam a interação e cooperação com outras entidades nacionais e internacionais.

Os resultados da ESEC no recente concurso nacional de acesso ao ensino superior foram satisfatórios?
Os números do acesso aos nossos cursos foram muito positivos. Preenchemos todas as vagas colocadas a concurso e tivemos um número de candidatos muito acima das vagas que disponibilizámos.

A falta de espaço nas atuais instalações tem impedido um maior desenvolvimento da ESEC?
Para ter uma ideia da dimensão desse problema, veja que a ESEC funciona nas instalações do antigo magistério primário que estavam dimensionadas para aí funcionar um curso com cerca de 400 estudantes. A ESEC tem agora 2300 estudantes e 38 cursos – 16 licenciaturas, 14 mestrados e 8 pós-graduações.

Entrevista completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.