Formação e incubação de empresas do setor de turismo abriu em Condeixa-a-Nova

A Câmara de Condeixa-a-Nova transformou uma antiga “escola primária feminina” numa incubadora de empresas ligadas ao setor do turismo e gastronomia, em cooperação com a Escola de Hotelaria de Coimbra, o Turismo de Portugal e a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC).

“Este é um espaço de incubação para os jovens alunos da Escola de Hotelaria que queiram dar início a projetos próprios, que depois poderão ter apoio financeiro por parte da câmara”, disse o presidente do Município de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita , esta tarde na inauguração da Escola de Condeixa Foodlab.

Este espaço, a Escola de Condeixa Foodlab, destina-se a empreendedores do setor do turismo, no âmbito do projeto “Tourism Creative Factory”, numa colaboração entre o município, o Turismo de Portugal, a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e a CIM-RC

A Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, com esta iniciativa, disponibiliza aos seus alunos um espaço e recursos para ser possível desenvolver projetos e ideias de negócio ligadas ao turismo.

“Procuraremos ajudar as pessoas, no que diz respeito às suas qualificações profissionais, empresas e ideias de negócio, em primeiro lugar os profissionais que trabalham no mercado do turismo, com ações de formação, consultadoria e orientação”, disse o diretor da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, José Luís Marques.

Toda a informação na edição impressa e digital de amanhã, 27 de maio, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.