Instituto de Investigação Interdisciplinar vai ter mais financiamento

DB-Carlos Jorge Monteiro

É um local “estratégico” da nova equipa reitoral da Universidade de Coimbra (UC), nomeadamente na área da investigação e de divulgação de ciência. Contudo, de acordo com o reitor da instituição universitária, um dos problemas com que o Instituto de Investigação Interdisciplinar (III) se debateu nos últimos anos foi ter “um orçamento estrutural”, destinado, basicamente, ao funcionamento da unidade orgânica.

“Do ponto de vista de desenvolvimento, não tem havido um grande investimento. Nós vamos ter que o fazer. Não será um grande investimento, mas se queremos ter a funcionar bem a nossa investigação, o III tem que estar a funcionar bem. O III é uma chave importante e muito relevante para a nossa estratégia e para o futuro ao nível da investigação e também da inovação. Vamos, seguramente, dar esse impulso”, garantiu.

Amílcar Falcão falava ontem na tomada de posse de vice-reitora Cláudia Cavadas, na direção do III. A professora auxiliar com agregação da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra já foi diretora do III no mandato 2011-2013 e sucede no cargo ao atual reitor, Amílcar Falcão.

Notícia completa na edição impressa do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.