Acidente em Condeixa-a-Nova causa 16 feridos ligeiros (ATUALIZADA)

Posted by

Foto Carlos Jorge Monteiro

Cinco carros ligeiros envolveram-se, na noite de sábado (14), num acidente que teve lugar ao quilómetro 173 do IC2/EN1, na localidade de Arrifana (Condeixa-a-Nova) e que provocou 16 feridos ligeiros, apesar de dois deles inspirarem alguma gravidade.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Condeixa-a-Nova, Fernando Gonçalves, uma das viaturas entrou na faixa contrária tendo provocado o acidente que envolveu outros carros que seguiam em ambas as direções.

Como o DIÁRIO AS BEIRAS apurou, alguns dos ocupantes das viaturas sinistradas eram membros de um grupo de jovens do Monte Formoso (bairro de Coimbra) que se dirigiam para Fátima, onde iam realizar uma oração. O objetivo, de acordo com um morador daquele bairro, era fazer esta atividade e, depois, regressar de madrugada a Coimbra.

Ao que tudo indica, e para além dos jovens, seguiam noutras viaturas familiares dos sinistrados e ainda estudantes universitários.

O acidente obrigou ao corte do trânsito naquela via, tendo os feridos sido transportados para o Centro Hospitalar de Coimbra (Covões), onde grande parte deles teve alta antes da meia-noite. 

Os feridos ligeiros tiveram alta durante a noite de domingo (15), à exceção de uma criança, que deverá sair hoje, revelou fonte do Hospital dos Covões.

13 Comments

  1. NÃO FOI EM ARRIFANA, FOI NO SALGUEIRO

  2. Não tenho certeza se foi mesmo ai, no local que a D.Maria diz ser…

  3. nao foi na arrifana foi na anobra

  4. Anobra?!….agora tudo inventa. Eu estava lá. O acidente foi no Salgueiro, em frente á minha casa.

    • eu fui um dos que ia num dos carros …

      • O acidente não foi no cruzamento para Arrifana? Não posso afirmar exactamente onde foi porque não conheço não sou dessa zona. Só posso afirmar com clareza que foi junto a um cruzamento, a seguir às bombs da respsol, pq ia com outra pessoa num carro a dar apoio a peregrinos, e estivemos bloqueados devido a este acidente, estive a cerca de 80 metros do acidente e não fui ao local porque um dos peregrinos passou junto ao acidente e foi informada de que felizmente só havia feridos ligeiros. Nesse dia, voltamos para trás e fomos por Soure, e retomamos a mesma estrada, perto de vendas novas.
        Num acidente que envolveu 5 viaturas, penso que mais importante do que saber se foi no local X ou Z, foi na verdade sou ter havido feridos ligeiros.

    • RES. DE ARRIFANA says:

      AI … O ACIDENTE NAO FOI EM FRENTE A CASA NENHUMA… FOI NO CRUZAMENTO NO IC2 QUE JUNTO A CORTADA PARA SALGUEIRO/ ARRIFANA.
      TANTO QUE FOI QUEM ESTAVA PARA ENTAR NA NACIONAL QUE CAUSOU TODO O APARATO… O CERTO E IMPORTANTE É SE FOI A PESSOA RESPONSAVEL DADA COMO CULPADA POIS OS INOCENTES FORAM OS QUE MAIS DANOS (FISICOS E PSICOLOGICOS) SOFRERAM.

  5. Fosse na Anobra, Arrifana ou Salgueiro….o que é certo é que continuamos a ter condutores assassinos e imprudentes nas nossas estradas.

  6. Foram 16 feridos ligeiros como podiam ser 16 feridos graves dado o aparato do acidente. A Urgência do Hospital Geral do Centro Hospitalar de Coimbra, e os profissionais que aí trabalham, mostrou-se mais uma vez à altura dos seu deveres, tal como aconteceu não há muito tempo com o acidente de um autocarro com doentes hemofílicos. Não é por acaso que um inquérito de satisfação feito há algum tempo por organismos do Ministério da Saúde e junto dos UTENTES classificou a Urgência do Hospital Geral do C.H.C como a melhor do País. Quando se fala de CHUC e da fusão de Serviços os responsáveis devem ter muita cautela na avaliação das consequências que traria para a região e para os Utentes que nos procuram a fusão das duas Urgências. Em pouco tempo fomos postos à prova por situações graves, ou potencialmente graves, e a resposta para os cidadãos foi irrepreensível. Teria sido esta a resposta se houvesse só um Serviço de Urgência em Coimbra?
    Fica esta pergunta à consideração das autoridades?

  7. se tivesse-mos estradas em condições nada disto acontecia a ic2 é um exemplo da miséria que são as estrads portuguesas

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.