“É um crime” que fazem à Mata do Buçaco

Posted by

09 mata do bussacoFoi a 19 de maio de 2009 que a Mata do Buçaco passou a ter uma fundação. Menos de quatro anos depois, uma resolução do Conselho de Ministros, conhecida na última sexta-feira, retira qualquer apoio público à instituição. Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, fala em “crime” à Mata do Buçaco. “Não é à Fundação mas sim à mata”, afirmou.

O autarca da Mealhada, contactado pelo DIÁRIO AS BEIRAS, está incrédulo com a decisão agora conhecida e afirmou que a Mata do Buçaco “que é património nacional vai ficar sem dono”. Num momento de crise no país, são cada vez menos os mecenas que ajudam esta, e outras, instituições. Ora, como referiu Carlos Cabral, as verbas que a Fundação angariar “não dão nem para pagar aos poucos funcionários que possui”.

 

Ver versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Alexandre says:

    É pena que não haja dinheiro mas com pessoas incompetente à frente da fundação também não vai a lado nenhum. Existem técnicos que se matam a trabalhar para o bem da mata e uma pseudo engenheira que gosta é de ficar a navegar na internet e mandar nos outros. Com pessoas assim, mais vale criar outra entidade gestora mais rentável e competente.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.