Ministro recua nos cortes e reitores cancelam comunicação

Posted by

A comunicação solene ao país de todos os reitores das universidades públicas, que estava agendada para hoje, na Sala dos Capelos da Universidade de Coimbra, foi cancelada, após ter sido conseguido um acordo com o Ministério da Educação e Ciência.

Na reunião entre os reitores e o ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, que decorreu ontem à tarde em Lisboa, a tutela terá concordado com “uma diminuição” dos cortes que tinham sido anunciados, que na perspetiva dos responsáveis pelo ensino punham em causa o funcionamento das universidades públicas.

Os esclarecimentos sobre o acordo obtido serão feitos hoje, no final da reunião do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), que se realiza em Coimbra, na sede da Fundação das Universidade Portuguesas (FUP), pelas 17H00.

Na reunião de ontem, com o CRUP e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Nuno Crato admitiu recuar nos cortes orçamentais. As alterações à primeira versão do Orçamento do Estado (OE) para 2013 serão feitas sobretudo à custa do montante das contribuições para a Caixa Geral de Aposentações e nas verbas destinadas à reposição dos subsídios de Natal aos funcionários das instituições de ensino superior.

A primeira versão do OE 2013, recorde-se, previa um corte de 57 milhões de euros no financiamento do Estado às universidades e de 23,5 milhões no caso dos institutos politécnicos. Acrescia ao corte de 3,5% acordado em julho a decisão do Ministério da Finanças de não transferir a totalidade das verbas relativas à reposição do subsídio de Natal e, por outro lado, aumentar em cinco por cento a contribuição para a CGA, o que levou os responsáveis do ensino a anunciar a impossibilidade de funcionar com este orçamento.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.