Pape Sow é mais um a sair em janeiro

A Briosa arrisca-se a perder mais uma das “jóias” africanas já em janeiro. Depois de Éder e Sissoko, é a vez de Pape Sow ter a continuidade comprometida em virtude de um interesse cada vez maior de clubes estrangeiros, mas também portugueses.

Apesar de confirmar que “já houve sete ou oito” reuniões com a Académica para renovar, Artur Santos, empresário que representa o jovem senegalês, não esconde que “a renovação é muito difícil”.

São vários os interessados, não só de países como Alemanha, Bélgica ou França… como de Portugal, onde recentemente surgiu o interesse do V. Guimarães, mas também “de um clube grande”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*