Obra de três milhões na EN109 na Figueira da Foz, prevista em 2016, arranca na segunda-feira

Posted by

FOTO DR

Uma empreitada superior a três milhões de euros, para requalificação de um troço da estrada nacional (EN) 109, nos concelhos da Figueira da Foz e Pombal, prevista desde 2016, arranca na segunda-feira, anunciou hoje a Infraestruturas de Portugal (IP).

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a IP sustenta que a intervenção pretende o reforço das condições de mobilidade e segurança num troço de 15,5 quilómetros entre a zona sul do município da Figueira da Foz (freguesia de São Pedro) e o norte de Pombal, na localidade de Carriço.

“A obra tem um prazo de execução de 360 dias e envolve um investimento superior a três milhões de euros. A empreitada consiste principalmente na reformulação das várias intersecções existentes ao longo do troço da EN109” em causa, explica a IP.

A intervenção envolve a construção de seis novas rotundas, em substituição de cruzamentos existentes, por exemplo no acesso à zona industrial da Figueira da Foz ou à praia da Costa de Lavos, entre outros.

Para além disso, no mesmo troço, serão reformuladas outras intersecções com a EN109, através de trabalhos de terraplanagens, reparação dos sistemas de drenagem, colocação de iluminação pública, pavimentação da via e readequação e reforço da sinalização e dos equipamentos de segurança rodoviária”, acrescenta a Infraestruturas de Portugal.

Em declarações à agência Lusa, fonte da IP esclareceu que após o ato de consignação agendado para segunda-feira à empresa JJR & Filhos S.A, a obra irá arrancar “imediatamente” e prolongar-se por quase um ano.

“Nas primeiras duas semanas só se irá ver alguma movimentação de trabalhadores na montagem de estaleiros”, adiantou a mesma fonte.

Os trabalhos são há vários anos reclamados por autarcas da zona, que têm vindo a alertar para a degradação das condições de segurança daquela via, com piso bastante degradado e inúmeros acidentes, alguns mortais, nomeadamente em intersecções de vias municipais com aquela estrada nacional.

A EN 109 faz a ligação a Leiria, a sul, e é muito utilizada no acesso às unidades industriais da Celbi e Navigator e entre estas e o porto da Figueira da Foz, nomeadamente por veículos pesados de mercadorias, bem como no verão, pela população em geral, na ida e regresso das praias.

Em janeiro de 2016, há mais de quatro anos, a IP chegou a anunciar para a mesma zona da EN 109 uma intervenção idêntica, nunca realizada, orçada em 3,25 milhões de euros.

O investimento chegou a constar de um despacho, publicado na altura em Diário da República, em que se alegava a necessidade de contratação da empreitada de melhoria de condições de segurança e em que a verba prevista seria distribuída por dois anos (1,2 milhões em 2016 e 2,05 milhões em 2017).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.