Militar da GNR diz ter sido agredido por três seguranças à porta da discoteca em Coimbra

Um militar da GNR, de 27 anos, terá sido agredido por três seguranças à porta da discoteca NB Club, em Coimbra, na noite de sábado para domingo.
De acordo com uma amiga, que denunciou o caso, a vítima terá ficado inconsciente após ter sido pontapeada pelos seguranças.
“O meu amigo apenas questionou um dos seguranças em relação ao consumo do cartão. Depois, sem se perceber porquê, três deles começaram a agredi-lo. O que lhe fizeram foi monstruoso”, conta.
O militar da GNR, que trabalha e reside em Coimbra, ficou hematomas nos dois olhos, escoriações no rosto e com fraturas nas costelas, e teve que receber tratamento hospitalar.
A PSP foi chamada ao local, minutos depois do incidente ter ocorrido, e terá identificado dois dos três suspeitos.
A vítima, que pediu o anonimato, fez exames no Instituto Nacional de Medicina Legal e formalizou queixa contra os agressores.

Notícia completa na edição impressa de hoje

4 Comments

  1. este senhor não é militar da GNR, há mais de 1 ano.. como ate na imagem se vê usando um piercing em zona visível o que e proibido por lei.. e cai sobre ele um processo de violência domestica e outro de furto.. quanto aos acontecimentos a serem verdade e de lamentar!

  2. Não acreditas… Pergunta ao meu irmão!

  3. So se perderam as que passaram ao lado..

  4. Pelo que conheço deste senhor, não acredito que ele tenha só questionado em relação ao consumo.
    Um individuo, sendo ou não, militar da GNR atualmente, quando o era, não era o melhor exemplo dada a profissão e posição que mantinha.
    Sempre houve "queixas" e criticas relativas aos comportamentos deste senhor, não só enquanto civil mas, também, como profissional.
    Por isso, e não só, não acho que tenha sido mal feito. Acho ainda que, isto foi um abre olhos. Até porque, alegadamente, isto já aconteceu antes e era para acontecer mais vezes.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.