Penela: Presidente da câmara critica “histérica consciência coletiva”que inebria

Posted by

FOTO DB/PEDRO RAMOS

“O definhamento do regime a que assistimos deve ser combatido com maior participação e maior responsabilização dos cidadãos”, disse ontem o presidente da Câmara Municipal de Penela nas cerimónias do Dia do Município.

Luís Matias, do PSD, destacou assim o trabalho dos autarcas locais, como elementos de proximidade com a população, o que levou o município a atribuir medalhas de Mérito Político e Social a cinco antigos presidente de junta, com três ou mais mandatos.
Defendendo “uma verdadeira descentralização, proximidade aos cidadãos e a promoção da coesão e competitividade territorial”, Luís Matias acrescentou que “não se pode reformar bastando-se com a mera legitimidade formal das decisões. Tudo o que deveria e não foi feito com a transferência de competências que está a ser imposta. Não é com um Governo autista e uma administração local e regional, subserviente e desinteressada, que asseguramos uma verdadeira descentralização de competências”.
Na sua perspetiva “Portugal passa por uma histérica inconsciência coletiva”. Inebriados por uma ilusória gestão equilibrada e rigorosa das contas públicas, esquecemo-nos de exigir as reformas imprescindíveis ao país”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.