IPN quer construir novo edifício e aumentar incubadora

FOTO DR

O Instituto Pedro Nunes (IPN) entrega hoje duas candidaturas a fundos comunitários com vista à criação de um novo edifício para a investigação e desenvolvimento e à ampliação do espaço direcionado para a incubação de empresas.
O primeiro, que vem reforçar a oferta laboratorial e de investigação dos dois edifícios destinados à I&DT e serviços administrativos, implica a construção de uma infraestrutura de raiz, com “tipologias de espaços diferenciados”. Três milhões de euros é o orçamento previsto para este projeto, que deverá ser cofinanciado a 85 por cento, no âmbito do Programa Operacional da Região Centro – Centro 2020.
Ao mesmo programa comunitário, também durante o dia de hoje, será entregue uma candidatura para a ampliar o espaço de incubação, a funcionar no edifício C do IPN. Aqui, o objetivo passa por aumentar a capacidade de acolhimento a novas empresas, num projeto avaliado em 1 milhão e 600 mil euros, cofinanciado pelos fundos europeus quase na totalidade (85 por cento).
“São dois projetos estratégicos para o futuro do IPN e estamos confiantes que serão aprovados. Temos de ter a preocupação de atualizar o nosso equipamento, de andar na crista da onda. Só assim conseguiremos acompanhar o que de melhor se faz no mundo e continuar a ter projetos em conjunto com entidades internacionais”, explicou, ontem, Teresa Mendes, presidente do IPN.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.