Matrizes rústicas estão quase todas localizadas em Penela

O município de Penela já conseguiu localizar 68 mil matrizes rústicas, correspondentes a 96% do seu território, no âmbito do projeto-piloto do cadastro iniciado há quatro meses, foi anunciado.
Segundo a secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, este município é uma referência no projeto-piloto de implementação do sistema de informação cadastral simplificado, que está a ser desenvolvido em oito concelhos do Pinhal Interior e em dois do Norte do país.
A governante, que apresentou na manhã de sábado, em Penela, o balanço de quatro meses de funcionamento deste projeto-piloto, adiantou que atualmente 3,8% do território abrangido por estes concelhos tem o processo concluído.
“Temos cinco municípios-referência, três deles uns grandes campeões (Penela, Pedrógão Grande e Proença-a-Nova), que na prática já correspondem a 5,8% do território”, destacou Anabela Pedroso, que acompanhou a visita dos ministros Pedro Siza Vieira (Adjunto) e Eduardo Cabrita (Administração Interna) ao Centro de Competências Geoespaciais e à aldeia de Ferraria de São João.

 

Notícia completa na edição impressa do dia 26 de março de 2018

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.