GNR deteve e identificou em Gouveia 13 estudantes por posse de droga

Posted by

GNR

A GNR anunciou hoje a detenção de três estudantes e a identificação de dez, por posse de estupefacientes, que se dirigiam para o Festival Nacional do Secundário, que hoje começou no concelho de Gouveia.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, os estudantes, com idades entre 16 e 20 anos, foram detidos e identificados durante uma operação realizada na madrugada e na manhã de hoje, junto de cerca de 30 autocarros e de 15 automóveis que transportavam estudantes para aquele evento anual.

Durante a ação a GNR apreendeu mais de 1.200 doses individuais de haxixe e de liamba que estavam na posse dos suspeitos, que são originários de vários pontos do país.

Fonte da GNR adiantou à agência Lusa que os três detidos foram notificados para comparecerem na segunda-feira no Tribunal de Gouveia.

Os estudantes identificados foram notificados para comparecerem na Comissão de Dissuasão da Toxicodependência da sua área de residência.

A GNR lamenta que apesar da informação e das ações de sensibilização realizadas junto dos alunos do secundário, “os jovens continuem a levar substâncias estupefacientes” para aquele evento que decorre até quinta-feira no parque Senhora dos Verdes, no concelho de Gouveia, no distrito da Guarda, com cerca de 1.500 participantes.

A ação policial hoje realizada envolveu 30 militares do Destacamento Territorial da GNR de Gouveia e seis cães detetores de droga.

A GNR anuncia que vai manter a vigilância do local durante a realização do Festival Nacional do Ensino Secundário.

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Que raio de coisa… Os jovens apenas veneram o Deus Jah… Perseguição religiosa… A CRP (Constituição da República Portuguesa) proíbe descriminação religiosa… Liberdade para os jovens! Abaixo a prisão com base em motivos religiosos! Fim à Inquisição Moderna!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.