Câmara de Coimbra à espera que privados façam acesso principal ao novo Pediátrico

Posted by

O novo Pediátrico de Coimbra é o único hospital do país que tem apenas um acesso rodoviário. Trata-se de um ramal em rampa, que parte de um cruzamento de nível, na Circular Interna. Atrofiante, diz quem tem de entrar na nova unidade, sobretudo a horas mais críticas. Chegar às urgências é ainda pior, pois exige o atravessamento de toda a área edificada.

É claro que este acesso não é o único previsto ao novo Pediátrico. Há, no papel, um outro, que parte da Circular Externa. É, aliás, o principal acesso e o que conduz diretamente ao serviço de urgências.

Cabe dizer que todos os arruamentos e acessos ao hospital são da responsabilidade da Câmara de Coimbra. O acordo foi subscrito logo em 2004 e publicado em Diário da República. Só que a autarquia atrasou tudo. Do lado da Circular Interna, levou seis anos a concretizar a nova rua Aníbal Lima, que só no final do último verão fixou pronta.

Do outro lado foi pior, pois a câmara resolveu mudar o que estava protocolado. “As condições do terreno não permitiam que avançasse o traçado previsto”, justificou-se Carlos Encarnação, ainda presidente da câmara, quando acossado pelo PS sobre os atrasos, em julho do ano passado.

A solução, adiantou Encarnação na mesma altura, foi “estudar o solo” e optar por fazer o acesso por outra zona. Quem ganhou com a mudança foram os donos dos terrenos agora abrangidos. É que, ato contínuo, decidiram fazer avançar uma urbanização. E a câmara “aproveitou” para transferir para eles a responsabilidade de construir a estrada, a partir da rotunda.

Meio ano depois, com meia dúzia de adiamentos e, finalmente, concretizada que foi a abertura do novo Pediátrico, nada está feito. “Houve um atraso e o consórcio de privados ainda não avançou com a obra”, admite o vereador com o pelouro do Urbanismo. “Em breve, porém, deverá ficar tudo pronto”, acrescenta Paulo Leitão. Em julho, Carlos Encarnação prometera que, “até final do ano”, tudo estaria pronto.

3 Comments

  1. PALAVRAS PRA QUÊ? POLITICOS, TUDO FARINHA DO MESMO SACO.

  2. Conimbricense says:

    Politicos,tudo farinha do memso saco? Aí discordo, desculpe "G-Cabral" mas permita-me discordar.Os politicos que têm governado a nossa cidade, ps vira psd,psd v ps, etcetc… Há politicos ainda com palavra e mal de nós se assim não fosse. Agora é lamentável,isso sim,tudo o que se passou com o novo "Pediátrico",até parece que lhe rogaram alguma praga!As nossas crianças, os pais, as familias, não mereciam isto..é a Câmara é o Governo…parece que tudo se virou contra Coimbra..basta atentar nos últimos desenvolvimentos, Metro, Ramal da Lousã, Central Rodoferroviária, etc.etc.

  3. Um acesso prioritário deixa-se nos privados?? A câmara queria era ganhar algum, só ficaram a perder os utentes.
    Este encarnação preferi-o sair do poleiro para ficar com a reforma de ter feito nada do que viver as custas do estado.
    Esta foi a câmara que gastou rios de dinheiro a mudar rotundas bonitas funcionais e que não tinham os problemas que alguém alegava, para colocarem granito numa cidade que não é do granito, alguém ganhou com isto, e agora não há dinheiro para acessos?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.