Executivo toma posse com AEC de “boa saúde”

Posted by
FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

A cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da Associação Empresarial de Cantanhede (AEC) para o próximo biénio realizou-se ontem, na sede da associação. Luís Roque é novamente o presidente da direção. Os restantes elementos do executivo transitaram do mandato anterior e ocupam os mesmos cargos.

“Não é fácil fazer renovação de pessoas, porque os empresários não têm tempo”, começou por dizer Luís Aniceto, empossado presidente da assembleia-geral (AG) da AEC.

Luís Roque complementou, dizendo que “não é fácil ter disponibilidade para o associativismo”, recordando que, durante o período de apresentação de propostas, não houve nenhuma lista a concorrer às eleições e, por isso, foi criada uma lista com os mesmos elementos do mandato anterior, que ocupam os mesmos cargos.

Assim, para os próximos dois anos, a AEC terá como presidente da AG Luís Aniceto (da empresa José Aniceto e Irmão, Lda), enquanto na direção se mantém Luís Roque (da empresa Luís Roque, Lda) e no conselho fiscal Pedro Teixeira (da Fapricela).

Versão completa na edição impressa

4 Comments

  1. zé marquês says:

    as mamas e os tachinhos continuam

  2. Zé da Gândara says:

    É impressão minha ou na foto aparece a Miss Tremoça?

  3. Zé da Gândara says:

    Aliás, Miss Tremocita 🙂

  4. Zé da Gândara says:

    Quando eu era petiz, o meu papá matriculou-me numa Universidade Privada (uma espécie de PPP, ou seja, pai paga, passa) e como o papá gostava tanto de me ver bonito, comprou-me um traje académico mal me matriculou e eu, qual galã que vai à conquista da Universidade PPP, enchi-me de nove horas e apareci na Universidade PPP no primeiro dia de aulas, trajado a rigor… Teria sido um sucesso, não fosse os meus colegas com mais matrículas que eu não terem achado piada à ousadia e me terem punido pela insubordinação… Felizmente, não me prancharam porque, bem vistas as coisas, eu merecia umas pranchadas bem dadas pela dita ousadia… Mas tudo termina bem quando acaba em bem e à conta deste episódio, lá ganhei algum convívio com os meus novos colegas e(fiz para aí um ou dois amigos virtuais) e nunca mais precisei de amigos e quando estava num qualquer restaurante com a minha cara-metade e via algum conhecido frequentador da Universidade PPP ou conhecido da minha metrópole de origem, rapidamente pedia à minha cara-metade para trocar de lugar comigo de forma a não ter de encarar com os frequentadores da Universidade PPP ou com algum conhecido… Sou o Máior!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*