Fóios prepara museu dedicado à arte rupestre do Vale do Côa

A aldeia de Fóios, no concelho do Sabugal, onde nasce o rio Côa, vai ter um museu dedicado à arte rupestre do Vale do Côa, que funcionará como atrativo de visitantes para a região.

Segundo José Manuel Campos, presidente da junta de freguesia de Fóios, situada junto à fronteira com Espanha, o futuro museu e centro interpretativo “Portas do Côa” vai ocupar uma sala do Centro Cívico Nascente do Côa, a funcionar desde 2008.

O autarca explicou que o espaço, promovido pela Câmara Municipal do Sabugal, funcionará como uma “nova porta” para o Parque Arqueológico do Vale do Côa, situado em Vila Nova de Foz Côa, a cerca de 130 quilómetros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*