diario as beiras
Geralopiniao

Opinião – A representativa estátua

02 de setembro às 11h44
0 comentário(s)

Uma estátua de meio metro de um menino a urinar. Pode este ser um dos principais símbolos da cidade de Bruxelas? Claro que sim! A criança que é a estrela da capital personifica o sentido de humor belga e de Bruxelas. O seu nome, Manneken Pis, traduz-se do neerlandês popular como “pequeno homem a urinar” e é possivelmente das fontes mais fotografadas no mundo.
São várias as lendas associadas ao monumento – que se perdeu do avô e foi encontrado por populares a urinar numa esquina; que apagou heroicamente com urina o pavio dos invasores de Bruxelas;… Apesar de representar um jovem, a estátua, da autoria de Jérôme Duquesnoy, tem mais de 400 anos. O Manneken-Pis atravessou vários tempos e conheceu bastantes peripécias, problemas e degradações. Chegou a ser amputado e até roubado, pelo que a verdadeira estátua de bronze se encontra agora no Museu da Cidade de Bruxelas. Ao lado, e em público, é apenas uma réplica!
Mas há outra característica que distingue o Manneken Pis de qualquer outra estátua: o seu gosto vincado pela moda. É uma criança com um guarda-fatos recheado de roupas tradicionais de todos os cantos do mundo, profissões, modalidades desportivas, etc. Aqui há uns anos, num 25 de Abril, o Manneken Pis foi até vestido a rigor para a festa da revolução dos cravos, com um traje minhoto português!
No coração de Bruxelas, esta é uma paragem obrigatória para quem visita o centro da cidade. A apenas alguns metros da Grand Place, basta seguir os turistas até uma esquina onde se acumulam visitantes a fotografar a estátua. Para os residentes locais, uma boa diversão é observar toda esta confusão de máquinas e poses em frente à minúscula estátua, a partir de uma esplanada na esquina oposta, enquanto se degusta uma bela cerveja belga!

Autoria de:

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Geral

opiniao