diario as beiras
DesportoGeral

Liga 3: O. Hospital inicia caminho da manutenção contra adversário que nunca venceu

16 de fevereiro às 11h06
0 comentário(s)

Arquivo FPF-“Reforço” Edson Macuana em ação frente ao Pêro Pinheiro

Depois de a luta pela subida de divisão já ter começado, na semana passada, arranca este fim de semana a luta pela manutenção.
Três semanas depois, que permitiram “limar arestas” numa equipa renovada, o O. Hospital vai ao Estádio do Sintrense defrontar o Pêro Pinheiro. Uma equipa que defrontou apenas duas vezes na sua história… e nunca venceu.
Na 1.ª fase, à 5.ª jornada, a turma de Oliveira do Hospital deixou-se empatar em Tábua e depois perdeu, à 15.ª, perdeu em Sintra pela margem mínima, num jogo decidido por penálti. Em ambos os encontros, o O. Hospital tem razões para dizer que ficou a perder pontos.
No frente-a-frente com as cinco equipas com quem vai decidir a manutenção, o O. Hospital levou vantagem, na 1.ª fase, frente ao Caldas e ao 1.º Dezembro, com uma vitória e um empate.
Frente ao Amora venceu um jogo e perdeu outro e contra o Sporting perdeu ambos os jogos.

Equipa praticamente nova
Em janeiro houve muitas alterações no plantel do O. Hospital, com 11 saídas e sete entradas.
O jovem ponta-de-lança brasileiro Flávio Nascimento, que leva 12 golos nos juniores e 1 na equipa B, o Nogueirense, foi o primeiro reforço a estrear-se, com 90 minutos frente ao Pêro Pinheiro.
Diogo Ribeiro, outro ponta-de-lança, de 33 anos, chegou do Dumiense, onde apontou 4 golos em 16 jogos no Campeonato de Portugal.

Pode ler a notícia completa na edição impressa e digital do DIÁIRO AS BEIRAS

Autoria de:

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Desporto

Geral