diario as beiras
CoimbraGeral

Comissão Política de Coimbra do PS chumba lista de candidatos a deputados

11 de dezembro às 12h55
1 comentário(s)

Arquivo

A Comissão Política da Federação de Coimbra do PS chumbou esta madrugada a proposta de lista de candidatos a deputados às próximas eleições legislativas apresentada pela direção desta distrital, disse à agência Lusa fonte socialista.

A lista que foi proposta, encabeçada pela ministra da Saúde, Marta Temido, que tinha como “número dois” o vice-presidente da bancada socialista Pedro Coimbra, teve 37 votos a favor e 41 contra.

Um ex-dirigente do PS disse à agência Lusa que a contestação verificada na reunião não visou a ministra da Saúde, que é natural de Coimbra e que já foi cabeça de lista socialista nas eleições legislativas de 2019.

“O descontentamento surgiu sobretudo por causa dos nomes propostos pela direção da Federação para a terceira, quarta e quinta posições, lugares considerados elegíveis”, referiu.

Pedro Estêvão Martins, atual deputado, surgiu na proposta de lista chumbada em terceiro lugar, seguido pela também deputada Raquel Ferreira, da Figueira da Foz, com o presidente da concelhia de Coimbra, Carlos Cidade, a figurar apenas na quinta posição.

Face ao chumbo da proposta de lista, foi marcada para domingo nova reunião da Comissão Política da Federação de Coimbra do PS para uma segunda tentativa de fechar os nomes de candidatos a deputados propostos por esta distrital.

As listas de candidatos a deputados do PS apenas serão aprovadas em definitivo na segunda-feira à noite, durante uma reunião da Comissão Política Nacional deste partido.

De acordo com os estatutos do PS, além da escolha dos cabeças de lista, cabe ao secretário-geral do partido escolher cerca de um terço dos candidatos a deputados, cabendo os restantes dois terços às federações.

Para as próximas eleições legislativas, o PS vai repetir cabeças de lista em Faro (Jamila Madeira), Beja (Pedro do Carmo), Évora (Capoulas Santos), Santarém (Alexandra Leitão), Setúbal (Ana Catarina Mendes), Lisboa (António Costa), Coimbra (Marta Temido), Aveiro (Pedro Nuno Santos), Guarda (Ana Mendes Godinho), Viseu (João Azevedo), Porto (Alexandre Quintanilha), Viana do Castelo (Tiago Brandão Rodrigues) e Fora da Europa (Augusto Santos Silva).

Os novos cabeças de lista do PS serão Francisco César (Açores), Lacerda Sales (Leiria), Ana Abrunhosa (Castelo Branco), Francisco Rocha (Vila Real), Sobrinho Teixeira (Bragança) e José Luís Carneiro (Braga).

Autoria de:

1 Comentário

  1. Zé da Gandara diz:

    Oh Sôdôtôra Raquel Ferreira… vítima de ostracismo por parte dos seus camaradas?
    Deixe lá isso… Os meninos de Coimbra são muito elitistas e cobram caro quem como a Sôdôtôra é de fora do circuito queque… Afinal a Sôdôtôra nem em Coimbra estudou e sendo da Gândara, é logo meio caminho andado para se ser ostracizado… excepto se se for alguém de inegável fibra e resiliência como o seu camarada Dr. Torrão (que doutor em leis como a Sôdôtôra, foi estudante de Coimbra – como tal já é um não-nativo aculturado – e apesar de não-nativo, não é Gandarêz – e ainda bem, o que lhe granjeia admiração das hostes coimbrãs, estranhando eu não estar em lugar elegível para ir mostrar aos meninos da capital como se faz)…
    Deixe lá… São vestígios de recaídas ideológicas do partido da rosa (implementando um sectarismo típico de purgas estalinistas dos tempos áureos da URSS – quem não se lembra do quadro em que ora aparece o camarada Trotsky junto ao camarada Lenin, ora não aparece), que curiosamente, alternando com tons alaranjados, de negro tem tingido o futuro deste país, fazendo jus ao que já dizia Dom Carlos I (que dizia de forma muito assertiva que isto era uma piolheira)…

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra

Geral