diario as beiras
CoimbraGeral

Coimbra: Liga quer apoio público ao Colégio da Graça

13 de novembro às 15h31
0 comentário(s)

FOTO DB/ANA FERREIRA

Um dia depois do 11 de novembro, a Liga dos Combatentes assinalou, em Coimbra, o Dia do Armistício com a habitual cerimónia militar junto do monumento aos mortos da Grande Guerra, na avenida Sá da Bandeira.
Na cerimónia foram distinguidos quatro antigos combatentes – Mário Fragoso (Angola, 1972-74), António Marques (Angola, 1961-63), Francisco Lopes (Timor, 1963-65) e Manuel Simões (Angola, 1964-66). Também José Cortesão Carramanho, com 40 anos de sócio do Núcleo de Coimbra, o dirigente Fernando Lopes e a psicóloga do CAMPS Catarina Gonçalves receberam distinções.
Na sua intervenção, o presidente do Núcleo de Coimbra da Liga dos Combatentes, tenente-coronel João Paulino, aproveitou para voltar a chamar a atenção para a falta de apoios à conservação do Colégio da Graça – espaço que há largas décadas é sede do Núcleo e é reconhecido pela UNESCO como Património da Humanidade.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Autoria de:

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra

Geral