diario as beiras
CoimbraGeral

Coimbra celebra Eduardo Lourenço com Noiserv e escultura de Leonel Moura

08 de maio às 14h04
0 comentário(s)
DR

A Câmara de Coimbra vai encerrar as comemorações do centenário do nascimento de Eduardo Lourenço com um concerto de Noiserv e a inauguração de uma escultura de Leonel Moura, no dia 25 de maio, foi hoje anunciado.

As comemorações do centenário do nascimento do escritor e ensaísta português por parte da Câmara de Coimbra terminam no dia 25 de maio, com a realização de um concerto, no Convento São Francisco de Noiserv com a Orquestra Clássica do Centro, e a inauguração de uma escultura de Leonel Moura na Casa da Cidadania da Língua (antiga Casa da Escrita), afirmou hoje o município, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

No grande auditório do Convento São Francisco, pelas 21:30, haverá um concerto que se propõe a levar a palco o trabalho que Noiserv (projeto musical de David Santos) fez em 2018 para a banda sonora do documentário “O Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves.

“Uma estreia absoluta, que convida o público a deambular no pensamento de Eduardo Lourenço, desta vez na companhia da Orquestra Clássica do Centro, para um espetáculo que promete homenagear a multidimensionalidade de um dos maiores autores da cultura portuguesa”, realça o município.

Antes, às 16:00, decorrerá a inauguração da escultura “Estátua Heterodoxa”, da autoria de Leonel Moura, comprada pelo município por cerca de 36 mil euros, referiu a autarquia.

Segundo a nota de imprensa, a escultura, com cerca de dois metros de altura, é um retrato tridimensional de Eduardo Lourenço composta por 100 peças realizadas em impressão 3D.

A peça que ficará instalada na Casa da Cidadania da Língua, antiga casa do poeta João José Cochofel, que Eduardo Lourenço conheceu quando era aluno da Universidade de Coimbra, falando dela como um “castelo de sonhos de toda uma geração”.

Também naquele edifício, está uma parte do espólio do escritor e ensaísta, que o doou ao município em 2015.

Para além da inauguração da escultura, haverá uma conversa que junta Leonel Moura e o curador do Centro de Arte Contemporânea de Coimbra, José Maçãs de Carvalho, moderada por Rui Jacinto, coautor do trabalho “Roteiro Eduardo Lourenço: Territorializar um Pensamento Desterritorializado”.

Os bilhetes para o concerto de Noiserv com a Orquestra Clássica do Centro têm um custo que varia entre os 11 e os 15 euros.

Autoria de:

Agência Lusa

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra

Geral