diario as beiras
CoimbraGeral

CHUC testa plano de emergência interno

12 de dezembro às 12h26
0 comentário(s)

FOTO DB/ANA FERREIRA

Um incêndio nos HUC provocou, esta sexta-feira, duas vítimas e grande aparato de meios de socorro. O simulacro visou testar a capacidade de resposta a situações de emergência.

O alerta, às 16H35, dava conta de um fogo com origem nas oficinas na zona das oficinas técnicas do Serviço de Instalação e Equipamentos, no piso -4, dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC).

De imediato, foi posto em prática o dispositivo de resposta com meios internos, ativado pelo posto de segurança do CHUC, ao qual cabe a intervenção imediata e que antecede a chegada de meios externos.

O objetivo foi testar os timings, a capacidade de cumprimento escrupuloso do plano de segurança interno e a interligação com os meios externos (bombeiros, INEM, polícia…).

No final, o presidente do CHUC congratulou-se com a prontidão e eficiência da resposta de todos os elementos internos. Para Carlos Santos, estas ações são determinantes para o funcionamento em condições de plena segurança de uma instituição, como o CHUC, que tem a seu cargo pessoas e bens.

Por seu turno, o delegado de Segurança do CHUC, Adelino Besteiro, explicou a relevância de testar o tempo de resposta que o dispositivo interno tem de garantir enquanto não chegam os meios externos – estimado em 12 a 14 minutos.

Até final do ano, o CHUC vai realizar quatro outros simulacros: no Pediátrico, no dia 15; na Maternidade Bissaya Barreto, a 18; no Hospital Geral, a 22 (estes só com meios internos); no Sobral Cid, a 28, com todos os meios e evacuação de uma ala.

Autoria de:

Deixe o seu Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os requisitos obrigatórios estão identificados com (*).


Coimbra

Geral