Lousã: Câmara toma medidas legais contra cortes abusivos de árvores

Spread the love

DR

A Câmara Municipal da Lousã intentou medidas legais contra a empresa Álvaro Matos Bandeira & Filhos Lda, por corte abusivo de madeira em propriedades do município lousanense, na proximidade da Aldeia do Casal Novo.
Esta ação decorre depois da empresa ter reiniciado o corte de madeira nas referidas áreas, tendo a autarquia requerido documentação comprovativa da compra do material lenhoso, facto que a empresa não cumpriu. A 1 de fevereiro, a autarquia decretou um embargo extrajudicial com o intuito de paragem imediata dos trabalhos de corte raso de madeira, em propriedades do município, ação consumada na presença da GNR.
Posteriormente foi intentada uma providência cautelar, à qual foi dado provimento a 9 de fevereiro, e interposta uma ação em processo comum, da qual o município é queixoso, para ressarcimento de vários danos por parte desta empresa.
“A autarquia, reiterada e publicamente, tem manifestado a sua posição contra cortes rasos de grande dimensão na Serra da Lousã, os quais provocam danos ambientais e paisagísticos, especialmente graves quando realizados – como é o caso – em Rede Natura 2000”. Da mesma forma, “quer neste caso, quer em todos os casos em que seja lesado, o Município da Lousã intentará sempre todas as ações legais à sua disposição, na defesa dos interesses municipais”, destaca nota da autarquia.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.