Mãe e filho ficam sem casa após incêndio em Santa Clara

Spread the love

Uma mulher de 85 anos, invisual, e o filho ficaram ontem desalojados, depois de a casa onde viviam ter ficado sem condições de habitabilidade devido a um incêndio.

Segundo Carlos Tomás, subchefe dos Bombeiros Sapadores de Coimbra (BSC), o fogo deflagrou num quarto situado no 2.º andar de um prédio na rua Carlos Alberto Pinto de Abreu, em Santa Clara (Coimbra).

“Quando íamos na Ponte-Açude já se via uma coluna enorme de fumo bastante negro”, começou por explicar o responsável ao DIÁRIO AS BEIRAS.

O fogo, continuou, terá começado “numa das divisões” e os bombeiros sentiram muitas “dificuldades para entrar na habitação, devido ao fumo e temperatura” que se registava.

As chamas provocaram ferimentos na octogenária, invisual, que sofreu “queimaduras nas mãos e vias aéreas”, sendo encaminhada para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

O edifício, composto por rés-do-chão, 1.º e 2.º andares, tinha os interiores de madeira, o que fez com que “os tempos de rescaldo fossem mais morosos”, precisou Carlos Tomás.

Ler notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.