“Gente da Nossa Terra” vai reconhecer personalidades do concelho de Cantanhede

Posted by
Spread the love

DR

A Câmara Municipal de Cantanhede está a preparar um conjunto de iniciativas mensais, para ir destacando uma personalidade marcante do concelho.

“O projeto ‘Gente da Nossa Terra’ tem como objetivo principal promover o reconhecimento, quer na vertente histórica, artística, enfim, nas diferentes áreas, de personalidades marcantes, sublinhando os seus percursos, as suas carreiras, as suas influências”, disse hoje à agência Lusa o vice-presidente e vereador com o pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Cantanhede, Pedro Cardoso.

Estas ações servem como complemento e contributo ao trabalho de recolha, valorização e promoção do património cultural material e imaterial da região, que o município tem vindo a fazer, nomeadamente com outro projeto, designado “Traçar a Memória do Concelho de Cantanhede”.

O “Gente da Nossa Terra” vai ter uma programação mensal, de regularidade variável, suportada em diversos eventos, como, por exemplo, conferências, visitas temáticas, exposições, exibição de filmes ou palestras.

As iniciativas mensais vão ser dedicadas a uma figura do concelho, sendo que, nesta primeira edição, é destacado Carlos Garcia, que nasceu em Cantanhede, em 1932.

“Começámos por esta figura notável. O senhor Carlos Garcia é um exemplo marcante de uma vida inteiramente devotada ao serviço desta terra, das suas gentes, da cultura, do folclore, da etnografia, do teatro, do associativismo, do voluntariado, da participação e vivência comunitária. Uma verdadeira ‘enciclopédia viva’”, sublinhou.

No âmbito deste conceito está prevista, nomeadamente, a estreia da restruturação do filme “Santa Maria de Vagos”, de Carlos Garcia, no dia 03 de janeiro de 2024, às 21:00, no auditório do Centro Paroquial de São Pedro.

“É indiscutível, aliás como amplamente e institucionalmente tem merecido o reconhecimento, o mérito da sua ação cívica e intervenção pública, designadamente o contributo que tem dado no desenvolvimento de projetos de índole social, cultural e etnográfico, sem esquecer o inegável interesse dos livros que escreveu sobre a história e os costumes do concelho de Cantanhede e o seu talento como artesão de miniaturas de imóveis com valor patrimonial e artefactos tradicionais”, acrescentou Pedro Cardoso.

A iniciativa vai destacar o conquistador da Amazónia, nascido em Cantanhede, Pedro Teixeira, o compositor e pianista António de Lima Fragoso, o médico e político Jaime Cortesão, assim como a pintora Maria Amélia de Magalhães Carneiro.

O escritor António Canteiro, o terceiro Conde de Cantanhede e primeiro Marquês de Marialva, António Luís de Meneses, o bispo em Cabo Verde e Goa e Arcebispo de Braga, João Crisóstomo de Amorim Pessoa e o escritor Carlos Oliveira são algumas das figuras que também vão ser reconhecidas no decorrer do projeto.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.