Opinião: António Costa vencerá em 2026? Parece bem que sim!

Posted by

É absolutamente detestável a forma como a política, melhor, alguns cidadãos transformados à força e de castigo em políticos, tratam a coisa pública.
Tenho a certeza que tudo, absolutamente tudo, deverá ser escrutinado. Nada deve ser escondido nem varrido para debaixo de tapete. A democracia só sobrevirá se não existirem dúvidas de comportamento.
Quem se dedica à política, fazendo dessa acção uma actividade profissional, deverá fazê-lo na mais estrita responsabilidade social, no respeito pela moral e pela ética, sabendo que a definição de moral e ética são diferentes – moral, certo ou errado, e ética, bom ou mau!
Por isso, também me parece que, para se atingir a maioridade política, é necessário e decisivo dar passos seguros ao longo da existência.
O que observamos na Casa da Democracia, não é, nem mais nem menos, do que a quase degradação absoluta da actividade política.
Não tenho grandes dúvidas, para não dizer nenhuma dúvida, que, a grande maioria dos Deputados não têm a mínima capacidade para exercer o cargo ao serviço dos cidadãos.
Por isso, e porque também este facto não é de agora, mas observável há alguns mandatos, muitos, que cada vez mais defendo uma reforma profunda da lei eleitoral – lá volto eu a insistir – que dê aos cidadãos a certeza absoluta de que “é aquela cara” a que tem de pedir responsabilidades.
Mas, voltando ao triste espectáculo da última audição ao Senhor Primeiro-Ministro na Assembleia da República, cada vez mais me convenço que António Costa voltará a ser candidato em 2026 levando a actual legislatura até ao fim.
Reforça a minha convicção, a desastrosa “aparição” do Professor Cavaco Silva que, de uma assentada criticou o actual Presidente da República que lhe respondeu à letra – “há gente que antes falava pouco e que agora fala demais” – e traçou o destino a Luis Montenegro como a dizer, “precisamos de outro líder que eu ainda quero voltar, qual salvador do mundo”!
A aproximação ao partido Chega por alguns dirigentes do PSD é um sinal de desespero evidente, como a dizer que, “precisamos de ir ao pote rapidamente” porque estamos há longo tempo fora do poder.
Todos sabemos que ser oposição é terrível. Não ter capacidade de decisão e não influenciar decisões é frustrante!
Por tal, qualquer computador de assessor, tão tonto como traidor – quem trai uma vez trai sempre – é motivo suficiente para colocar em questão aquilo a que se destinava a CPI – TAP – transformando o objectivo principal e trazendo para a ribalta aquilo que deveria ser do foro íntimo da República, o SIS!

Só um conjunto de impreparados e de garotos irresponsáveis – há-os em todos os partidos políticos e no PS sobejam – podem dar voz, com o beneplácito dos seus líderes, a um arrazoado de propostas mal fundamentadas para daí tentarem extrair dividendos políticos colocando em causa o valor da confidencialidade e do recato.
O PS tem culpa em muito do que está a acontecer no país porque é governo. Mas a oposição não o é menos, porque não apresenta uma única proposta de solução para os vários problemas que o país enfrenta, refugiando-se em propostas de CPI que mais não servem do que para divertir “mulheres do soalheiro” e menorizar a política com ética.
Na política “há bons e maus em todo o lado”, mas também no desporto e em todas as actividades da sociedade. Mas, também não percebo alguns ditos socialistas que, a cada arrancada contra o governo se colocam do lado da oposição contra os que lhes são mais próximos.
As críticas são sempre destrutivas porque têm como objectivo mudar algo de forma radical. Aquilo a que chamam críticas construtivas, não existe. São apenas sentimentos que, muitas vezes a custo e sem coragem são “atiradas para o ar”, na tentativa que alguém lhes “pegue” e lhes dê uso!
Se o PS não estiver unido e coeso no todo nacional até ao final do Verão, não conte vencer as eleições europeias e muito menos as autárquicas!
Aí sim, António Costa não chega a 2026. Luis Montenegro chegará? André Ventura, de certeza!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.