Atividade assistencial do Hospital de Cantanhede com aumento significativo

Posted by
Spread the love

A atividade assistencial do Hospital Arcebispo João Crisóstomo (HAJC), em Cantanhede registou um aumento significativo no primeiro trimestre de 2023 face ao mesmo período do ano anterior.

“Este aumento, na verdade, é um corolário daquilo que tem sido o nosso mandato. Nós começámos o mandato em 2020. […] Estes números têm vindo em crescendo e, portanto, já são números muito consolidados. Aquilo que fizemos foi esta aposta no movimento assistencial que significa que temos mais consultas e mais tipos de consultas”, revelou hoje, à agência Lusa, a presidente do Conselho de Administração do Hospital Arcebispo João Crisóstomo (HAJC), Diana Breda.

A consulta externa teve um aumento de 21% e a cirurgia de ambulatório registou um aumento de 30%, nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2023, face ao mesmo período de 2022.

Dadas as necessidades da população de Cantanhede, “uma população ainda mais envelhecida do que a média de Portugal”, foi criada a resposta de sessões de Hospital de Dia, no início de 2022.

As sessões de Hospital de Dia cresceram 382% face ao primeiro trimestre de 2022.

“É uma resposta muito importante. Podemos receber os nossos doentes, quer os doentes referenciados através dos cuidados de saúde primários, e permitir, por exemplo, uma transfusão de sangue”, evitando a ida desnecessária às urgências, frisou.

Já as análises clínicas e os exames realizados no hospital registam um crescimento superior a 10%.

“Desde o início do mandato passámos de cerca de 9.000 exames, em 2019, para 71.000 [em 2023]. Portanto, é uma enorme aposta que fizemos nesta área”, reafirmou.

O HAJC adquiriu recentemente um pletismógrafo, para os utentes fazerem provas funcionais respiratórias.

Considerando o crescimento do Hospital, este equipamento vai passar a funcionar na sala de oração do HAJC, sendo que a sala de oração será transferida para a zona de internamento.

O Hospital de Cantanhede detetou também uma “necessidade grande” no que respeita às sessões de fisioterapia para o exterior.

“Nós tínhamos [sessões de fisioterapia] apenas para os nossos doentes internados e vamos conseguir, provavelmente no próximo mês”, ter este cuidado de saúde disponível para a população.

A presidente do Conselho de Administração deu ainda nota de que o HAJC tem as contas equilibradas.

“Nós também aumentámos muito a receita própria. Temos protocolos com várias entidades […] e isso permitiu que nós aumentássemos a nossa receita própria. Somos das instituições do SNS [Serviço Nacional de Saúde] SNS com menor dívida”, concluiu.

O HAJC presta cuidados de saúde diferenciados, sendo que a sua área de influência abrange os concelhos de Cantanhede e Mira, e a freguesia de Arazede, concelho de Montemor-o-Velho, no distrito de Coimbra.

Estende-se ainda a algumas freguesias dos concelhos de Anadia, Mealhada e Vagos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.