Prisão preventiva para camionista suspeito de tentar matar colega em Condeixa-a-Nova

Posted by
Spread the love

Um camionista de 54 anos ficou em prisão preventiva por ser suspeito de tentar matar, com recurso a um serrote de poda, um colega de profissão, em Condeixa-a-Nova, na sexta-feira, afirmou hoje a PJ.

Os factos ocorreram num pequeno restaurante na localidade de Sangardão, concelho de Condeixa-a-Nova, por volta das 19:30 de sexta-feira, após uma altercação entre o suspeito e o ofendido, de 44 anos, revelou à agência Lusa fonte da Diretoria do Centro da PJ.

“Cruzaram-se no estabelecimento comercial e o detido agrediu o ofendido, primeiro com um murro na face, e depois foi buscar um serrote de poda e agrediu o ofendido na cabeça, no pescoço e nos braços”, contou.

Segundo a mesma fonte, a vítima teve de ser transportada para o hospital e teve de ser alvo de “muitas suturas” face aos ferimentos apresentados, tendo já tido alta.

Ambos são camionistas, que chegaram a trabalhar juntos e alimentam há já algum tempo um conflito, que tem evoluído “com altercações entre os dois”, aclarou.

“Foi uma situação de conflito, mas que descambou para um ato de extrema violência”, frisou.

O suspeito, sem antecedentes criminais, foi detido no sábado e presente a interrogatório judicial na segunda-feira, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

De acordo com fonte da Diretoria do Centro da PJ, o homem apareceu no sábado na GNR, “a contar uma versão diferente, que se teria defendido”, mas a investigação “provou o contrário”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.