MotoGP/Portugal: Líder da equipa de Miguel Oliveira pede sanções mais pesadas

Posted by

O fundador e líder da equipa RNF Aprilia, na qual milita o português Miguel Oliveira, disse hoje que vai “pressionar para penalizações mais duras para pilotos que coloquem os outros em risco”.

Citado pelo comunicado da equipa, o malaio Razlan Razali defende que “os pilotos de MotoGP têm de ser um exemplo para os jovens da Moto2 e Moto3 e, correr de forma irresponsável como agora, tem de ser severamente punido para que os pilotos estejam conscientes de que não o devem fazer”.

O malaio falava a propósito do incidente que deixou Miguel Oliveira fora do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, primeira de 21 provas do Campeonato do Mundo de Velocidade de 2023.

O piloto luso foi abalroado pelo espanhol Marc Márquez (Honda) no início da terceira volta, quando era segundo classificado.

Oliveira sofreu uma contusão na perna direita e Márquez uma fratura na mão direita.

Os comissários entenderam que se tratou de negligência por parte do antigo campeão do mundo e penalizaram-no com uma dupla longa volta na próxima corrida, o GP da Argentina.

Razlan entende que as penalizações devem ser mais severas.

“Alguém se esqueceu que esta não era uma corrida sprint, tinha 25 voltas. O incidente aconteceu na terceira”, sublinhou.

A prova foi ganha pelo italiano Francesco Bagnaia (Ducati).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.