Homem acusado de tentar matar mulher em Arganil julgado na quarta-feira

Posted by
Spread the love

O Tribunal de Coimbra começa a julgar na quarta-feira um homem de 71 anos que é acusado de violência doméstica e de tentar matar a sua mulher, em julho de 2022, com recurso a uma catana, em Arganil.

O homem, que se encontra preso preventivamente, estava casado há 46 anos, com a sua mulher a ter sido alegadamente vítima de agressões, como chapadas e puxões de cabelo ao longo do relacionamento, refere a acusação a que a agência Lusa teve acesso.

O casal, que vivia numa casa isolada, numa zona com poucos habitantes, teve uma discussão na noite de 14 de julho de 2022, tendo a mulher decidido fugir de casa e procurar refúgio na habitação de uns vizinhos.

De acordo com o Ministério Público, o arguido ter-se-á dirigido a essa casa, com uma catana nas mãos com o propósito de matar a mulher.

Os vizinhos, dois homens, procuraram retirar a catana das mãos do arguido, tendo ambos sofrido cortes nas mãos, lê-se na acusação do Ministério Público.

O Ministério Público considera que o arguido só não matou a sua mulher, face à atuação dos vizinhos, realçando que, ao longo da relação, o homem tentava controlar com quem a sua esposa falava, cuspia-lhe na cara e chamava-lhe nomes.

Segundo a acusação, 20 anos antes da tentativa de homicídio, o arguido terá encostado uma navalha ao pescoço da mulher e dito: “Se a tua vida custasse tanto quanto custa a de uma galinha, era já”.

O arguido é acusado de um crime de violência doméstica, um crime de homicídio qualificado na forma tentada, um crime de detenção de arma proibida e dois crimes de ofensa à integridade física qualificada.

O julgamento começa às 09H30 de quarta-feira.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.