Comunidade Intermunicipal lança este ano ‘metrobus’ para ligar Leiria à Marinha Grande

Posted by
Spread the love

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) anunciou hoje o lançamento do ‘metrobus’, este ano, para ligar as cidades de Leira e Marinha Grande, projeto com uma estimativa inicial de investimento de 2,5 milhões de euros.

“Há condições de, ainda este ano, a operação estar lançada. Trata-se de uma operação a título piloto, para depois alargá-la a outros locais e densificar a oferta”, afirmou à agência Lusa o 1.º secretário executivo da CIMRL, Paulo Batista Santos.

Numa nota de imprensa, através da qual anuncia uma candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para o ‘metrobus’, a CIMRL referiu que, “no âmbito da designada Estratégia de Mobilidade Sustentável e Inteligente da Região de Leiria, a ligação entre as cidades de Leiria e Marinha Grande irá receber um novo projeto de mobilidade sustentável, com capacidade de reduzir a pegada carbónica dos usos individuais de viaturas, através da implementação de um metrobus’”, transporte coletivo sustentável com recurso a autocarros movidos a hidrogénio verde.

“O projeto também será alargado às ligações entre as cidades de Leiria, Pombal e Fátima, no concelho de Ourém”.

Segundo a CIMRL, o projeto-piloto “tem uma estimativa inicial de investimento de 2,5 milhões de euros”, a realizar pela Comunidade Intermunicipal em parceria com os municípios e “financiado parcialmente através de candidatura” ao PRR.

“Esta iniciativa conta com a parceria da empresa leiriense PRF, Gás, Tecnologia e Construção, SA, no desenvolvimento do projeto de instalação de ‘unidade de produção, armazenagem, abastecimento, mistura e injeção de hidrogénio’, para abastecimento de autocarros e aproveitamento do excedente” de hidrogénio verde, “para injeção e mistura na rede de gás natural, objetivo enquadrado no Plano Nacional de Hidrogénio”, esclareceu a CIMRL.

Para a CIMRL, “a mobilidade sustentável é uma prioridade e deve ser a nova base do crescimento do setor dos transportes, sendo essencial a existência de sistemas de transportes interconectados”.

A Comunidade Intermunicipal salientou que este projeto encontra-se enquadrado “na Estratégia de Mobilidade Sustentável e Inteligente da Região de Leiria e surge para incrementar o uso do transporte coletivo sustentável, numa região que regista um excessivo número de utilizadores de viatura própria para as deslocações entre casa-trabalho, acima de 80%, segundo a última publicação do INE [Instituto Nacional de Estatística] sobre ‘O que nos dizem os Censos sobre dinâmicas territoriais’, com base nos resultados do Censos 2021”.

O 1.º secretário executivo da CIMRL declarou que “há o projeto e a CIMRL vai realizá-lo com ou sem o dinheiro da candidatura” ao PRR, referindo que o parceiro tecnológico da Comunidade Intermunicipal “é o mesmo que desenvolveu o projeto em Cascais [distrito de Lisboa], entre outros locais”.

“A unidade de produção do hidrogénio verde ficará próxima da cidade de Leira e estará operacional este ano”, assegurou ainda Paulo Batista Santos.

A CIMRL integra os Municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.

O Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal, a designada “bazuca”, tem o valor de 16,6 mil milhões de euros – 13,9 mil milhões de euros em subvenções e 2,7 mil milhões de euros em empréstimos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.