Atletismo: Louzantrail fez as delícias dos participantes

Spread the love

Foto de Matias Novo

Com frio, alguma chuva à mistura, e trilhos à vontade dos amantes do trail, a Serra da Lousã recebeu, este fim de semana, mais uma edição do Louzantrail.
Mais de 1.500 atletas dividiram-se por quatro provas, com distâncias para todo o tipo de atletas.
O açoriano Dário Moitoso (Scott Team), campeão nacional de trail de 2019 e 2020, venceu, no sábado, a prova maior, a Ultra, de 43 km, com quase 12 minutos de vantagem para Roberto Baião (CD Espite), 2.º classificado. Poucos segundos depois chegou Pedro Garrido (Opraticante.pt), que fechou o pódio masculino.
O pódio feminino da prova maior teve duas estrangeiras sediadas em Portugal nos primeiros lugares.
A belga Joke Descheemaeker (CA Ferreira Zêzere) foi a vencedora, seguida da espanhola, a residir em Coimbra, Susana Echeverría (Saca Trilhos Anadia), no 2.º lugar.
A melhor portuguesa foi Joana Franca (Saca Trilhos Anadia), 3.ª classificada.
O dia de sábado foi ainda dedicado à prova mais pequena, o XS, com 11 quilómetros, que foi dominada pelos jovens Abutres.
Os ainda júniores Lourenço Oliveira e Victória Bento, da Abutres Trailrunnig School, de Miranda do Corvo, sagraram-se, respetivamente, vencedores na prova masculina e feminina.
Na geral masculina, João Freitas, dos Vikings/Alcabideque, foi 2.º classificado, a mais de três minutos de distância do vencedor, e José Garcia, da Casa do Benfica de Moura, fechou o pódio.
Nas mulheres, Inês Costa foi 2.ª classificada, a mais de três minutos da jovem de Miranda do Corvo, e a alentejana Graciete Vinagre (Linces Montemor) foi 3.ª.

Espanhóis dominam Golden Series

Para ontem ficou guardada a prova mais “apetecível”, a dos 29 quilómetros, que fazia parte do circuito internacional Golden Trail National Series, com os principais candidatos à vitória a confirmar as credenciais.
O espanhol Miquel Rubio (Brooks) era o candidato com mais pontos à partida para esta prova e venceu, sem surpresa, com uma margem confortável para o seu conterrâneo Gontzal Esparza, que era o 3.º favorito à vitória. Como segundo favorito partida o português António Almeida, do CD Espite, que fechou o pódio, a 14:43 do vencedor.
O pódio feminino foi também dominado pelas espanholas. Ainara Uribarri (Brooks) venceu, mas teve concorrência à altura da campeã nacional de trail ultra, Inês João (Saca Trilhos Anadia), que chegou a menos de um minuto de distância. A espanhola June Villarroel foi a 3.ª classificada.
Ainda ontem dealizou-se o Trail Curto, de 18 quilómetros, com Nélson Costa (Casaense/Escola de Atletismo de Coimbra) a vencer nos homens, seguido de José Sequeira (Trialmotor) e Paulo Neves, do Atletismo Clube da Tocha, no 3.º posto.
Nas mulhers, venceu a norueguesa Eli Dvergsdal com mais de sete minutos de distância para Inês Marques (OCS – Arrábida). Célia Amaro (Serra d’Aire TT) fechou o pódio.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.