Fundação Rotária doa 150 ‘tablets’ para população sénior institucionalizada

Posted by
Spread the love

DR

A Fundação Rotária Portuguesa (FRP) ofereceu 150 ‘tablets’ a diversas entidades com o objetivo de melhorar a comunicação entre idosos institucionalizados e os seus familiares, foi hoje anunciado.

“Neste projeto, os clubes rotários tiveram um papel primordial, nomeadamente na identificação e escolha das instituições a contemplar com a oferta dos equipamentos, mas também na comparticipação parcial do custo final”, disse à agência Lusa Fernando Regateiro, que integra a administração da FRP em representação do Distrito 1970 – RC Coimbra.

Tendo em conta “os ganhos que, reconhecidamente, as tecnologias de informação e comunicação podem dar para um envelhecimento ativo e saudável”, a FRP decidiu desenvolver um projeto “destinado a colmatar esta necessidade da população sénior residente em instituições”, permitindo também tirar partido das “componentes lúdica e educativa”, sublinhou.

A funcionalidade dos ‘tablets’, na ótica dos futuros utilizadores, “foi previamente testada por residentes” das instituições contempladas.

“Trinta e quatro clubes rotários, de norte a sul do país, manifestaram interesse em participar neste projeto de ação, através da aquisição de um número variável de unidades”, adiantou Fernando Regateiro, ao informar que o “Projeto dos Tablets” começou no ano rotário 2020/2021, culminando agora, no ano rotário 2022/2023.

A iniciativa, segundo o catedrático de Medicina da Universidade de Coimbra, “contemplou a aquisição de 150 ‘tablets’ especificamente preparados” pela empresa J. P. Sá Couto, que “dotou os equipamentos com ‘software’ adequado à faixa etária a que se destina e design específico, nele incluindo a chancela” da FRP e das entidades parceiras.

“Neste momento, a Fundação Rotária Portuguesa está a terminar a distribuição dos equipamentos pelos clubes [associados], estando já a ocorrer (…) a sua entrega às instituições escolhidas”, de acordo com uma nota da FRP enviada à Lusa.

Para Fernando Regateiro, ex-presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), citado no texto, esta “será, seguramente, uma excelente prenda de Natal”, com apoio da Imprensa Nacional – Casa da Moeda (IN-CM), Banco de Portugal e empresa Aliança Vinhos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.