Mercadona também quer lojas na Pedrulha e na Baixa

Posted by

Fotomontagem

A Mercadona vai mesmo instalar-se no Atrium Solum. Mas a cadeia espanhola de distribuição quer mais, em Coimbra, e tem planos para a abertura de duas outras lojas, na Baixa e na Pedrulha.
“Atualmente, o processo de instalação da Mercadona no Atrium Solum tem o projeto de arquitetura aprovado”. É nestes termos que a Câmara de Coimbra responde à solicitação do DIÁRIO AS BEIRAS que quis fazer o ponto de situação, em termos de serviços municipais, do processo de instalação da superfície comercial.
Recorde-se que o assunto gerou protestos de lojistas e moradores, com uma petição pública e apoio político, da CDU, que levou o caso à assembleia municipal. Em resposta, o presidente da câmara considerou a situação resolvida: “Herdámos solução definitiva e irrevogável, aprovada pelo executivo anterior, em que a CDU estava representada”, disse José Manuel Silva.
O DIÁRIO AS BEIRAS sabe, entretanto, que a Mercadona está já à procura de soluções para novas lojas na cidade.

Hipótese Cooperativa
Na Baixa, um dos terrenos mais cobiçados é o da Cooperativa Agrícola de Coimbra. O espaço está à venda por seis milhões de euros. Ao DIÁRIO AS BEIRAS, o presidente da direção admite que “várias imobiliárias e outros intermediários” estabeleceram contactos, “mas nunca houve acordo”.
“Os agricultores já não têm interesse em ter instalações na Baixa, pelo que avançámos para a alienação”, explica Pedro Pimenta. “Da autarquia, do anterior e deste executivo, houve sempre interesse em estimular a venda, para dinamizar aquele espaço da Baixa”, acrescenta.
O terreno da Cooperativa compreende dois artigos matriciais – o edifício, com cerca de 2.000 metros quadrados de área de construção, e o terreno anexo, com armazém e escritórios, num total de 4.300 m2 de área de construção.
Para além da Mercadona, segundo apurou o DIÁRIO AS BEIRAS, também uma cadeia alemã se interessou pelo espaço, mas em condições que conflituam com a proteção patrimonial ao edifício da Cooperativa.
Quanto à futura loja da Pedrulha, o DIÁRIO AS BEIRAS não conseguiu obter informações sobre a(s)localização(ões) pretendida(s).

Sem informação nem comentários
Contactada pelo DIÁRIO AS BEIRAS, a cadeia espanhola de distribuição, através da Llorente y Cuenca, agência que gere a sua conta, limita-se a referir que, sobre o Atrium Solum, a Mercadona “não dispõe de informação sobre esse tema, até ao momento”. Instado a manifestar-se sobre os dois outros processos, a fonte acrescentou: “De momento, não temos nada a comentar. Assim que houver novidades para a cidade de Coimbra partilharemos convosco”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.