Desportos Náuticos: Secção da AAC festejou quatro décadas

Posted by

DR

Em 1982, Coimbra passou a ter um novo “postal ilustrado”, com a construção da ponte-açude e a consequente criação de um dos planos de água mais bonitos do país. Na universidade, dois jovens amantes da vela olharam o “novo” Mondego e logo imaginaram a combinação de embarcações, velas e vento…
Num ápice, nasceu a Secção de Desportos Náuticos da Associação Académica de Coimbra. A fundação regista quatro nome. São eles Mário Rui Diogo, Alberto Lourenço, Carlos Biscaia e Paulo Providência.
A vela, como já se percebeu, foi o primeiro amor dos amantes do rio. Quatro décadas depois, a secção voltou-se para a prática do remo, deixando a vela para o Clube do Mar de Coimbra. Já a canoagem tem também outro enquadramento institucional, na cidade.
Ora, foi justamente este número redondo, 40 anos, que a Secção de Desportos Náuticos da AAC quis assinalar, no passado sábado, com uma cerimónia evocativa que encheu o Centro Cultural Dom Dinis.
Ao contrário das festividades anuais da secção, desta vez a opção foi por evocar, e homenagear, apenas o quarteto de fundadores.
No salão de festas universitário lá estiveram então os quatro, que recordaram os primórdios da secção e testemunharam a sua evolução.
O remo, sobretudo, atingiu já patamares elevados, ao nível competitivo. Basta atentar que a Académica conta com nada menos do que três títulos de campeã nacional e pelas suas fileiras passaram já um atleta olímpico – Pedro Fraga – e vários outros que participaram em provas europeias e mundiais.
Outro dos destaques da cerimónia de sábado foi a forte presença de estudantes – um rejuvenescimento que acaba por também beneficiar os quadros dirigentes da secção, cuja direção é agora presidida por Ricardo Reis.
Também ao nível de remadores, estes tempos de pós-pandemia têm registado uma significativa recuperação. Atualmente, são cerca de uma centena os praticantes inscritos na Secção de Desportos Náuticos da Académica.
A festa incluiu a apresentação do novo site da Secção e contou com a presença do vereador do Desporto da Câmara de Coimbra, Carlos Lopes (ele próprio um remador, na Académica), para além de fado de Coimbra.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.