“Crítica direta” a vereadores da oposição

Posted by

DB/Foto de Jot’Alves

O presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica (FPM), Paulo Ferreira, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, criticou os vereadores que levantaram ondas em relação à prova de F1 de motonáutica realizada, em 2021, na zona portuária da Figueira da Foz. Nomeadamente, os autarcas da oposição que se sustentaram que o evento era poluente, já que se tratava de barcos com motores de combustão.
“Aproveito para fazer uma crítica direta aos vereadores do PS e dos outros partidos que, na [reunião de] câmara, falaram na poluição [da prova]. Utilizámos combustíveis biodegradáveis e fizemos um plano livre de carbono para a prova de F1. O relatório do porto e das análises feitas à água deram-nos nota positiva”, afirmou Paulo Ferreira. E acrescentou: “Não admito que ninguém ponha em causa a sustentabilidade da prova de F1 realizada na Figueira da Foz”.
Questionado sobre o que correu mal na referida prova, Paulo ferreira defendeu que o evento “correu bem”. Por outro lado, frisou que as “relações com a Câmara da Figueira da Foz estão bem”, ressalvando que foi “uma prova especial, tratada num prazo muito curto”.

O balanço, um ano depois
Entretanto, uma unidade hoteleira da cidade reclamou o pagamento de dormidas no tribunal, alegadamente devido a uma discrepância de preços. “Uma unidade hoteleira não cumpriu os acordos, em termos de preços, e nós reclamámos e encaminhámos o assunto para o departamento jurídico da FPM. Mas, segundo informações que obtive, o assunto está resolvido”, afiançou Paulo Ferreira.
Por outro lado, não se confirmou o mar de gente anunciado para a prova. “Se não tivéssemos o frio e a chuva que tivemos em altura de pandemia… Mas posso dizer que tivemos mais gente do que estava à espera”, garantiu o presidente da FPM.
Em entrevista exclusiva ao DIÁRIO AS BEIRAS (ver edição do dia 16), um ano após a realização da citada prova, Paulo Ferreira garantiu que a motonáutica só não voltará a ter provas na Figueira da Foz se a câmara municipal não quiser. É nesta cidade, de resto, revelou, que a FPM pretende arrancar com o programa de divulgação da modalidade nas escolas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.