Adega de Cantanhede investe para modernizar e aumentar produção de vinhos

Posted by

DB/Foto de Ana Catarina Ferreira

Em dia de festa, o presidente da Adega Cooperativa de Cantanhede, Victor Damião, anunciou os investimentos feitos na modernização da linha de produção, para responder aos desafios do futuro.
“É um dia marcante para a Adega de Cantanhede, pois os fortes investimentos feitos ao longo do ano, sobretudo nos últimos seis meses, levaram-nos a procurar alternativas para manter a produção e tentar dar resposta à procura”, disse Victor Damião, ao discursar no Dia do Associado.
“Com a nova linha de engarrafamento, altamente moderna, que está ainda em regime de afinação, podemos passar a produzir “cinco mil garrafas por hora”, o que permitirá começar a dar resposta às encomendas e pagar “o avultado investimento” efetuado, frisou.
Victor Damião, que está a cumprir o último mandato como presidente da Adega, agradeceu aos funcionários “o trabalho intenso” e “o esforço feito para manterem a produção”.
A mesma linha seguiu o discurso do secretário de Estado da Economia, que, no encerramento da sessão comemorativa, expressou o seu “reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pela Adega de Cantanhede na última década” e elogiou “o seu papel e capacidade em criar valor e acrescentar conhecimento na produção de vinho”.
Também Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, salientou a importância da aposta “na internacionalização, com base na diferenciação e na valorização de produtos endógenos”.
Ao intervir na sessão, a presidente da Câmara de Cantanhede, Helena Teodósio, acentuou “o papel da adega no tecido económico do concelho” e elogiou “a modernização da área produtiva”, sinal de uma estratégia de futuro.
Coube a Maria Miguel Manão, diretora de Marketing, apresentar os números da grandeza da Adega. Este ano, além de o número de sócios ter aumentado 6%, cresceu a quantidade de uva entregue pelos produtores (mais 17%), em mais 705 toneladas, adiantou, referindo que a exportação atingiu os 39% do volume total de negócio, situando-se nos 2.562 milhões de euros.
Na cerimónia, foram entregues vários prémios. A distinção de Melhor Associado foi para Raul Bastos Maia, e a de Melhor Colaborador para Fernando Rodrigues Ramos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.