Pampilhosa da Serra investe 2,1 ME em pavilhão para instalar empresa têxtil

Posted by

O município da Pampilhosa da Serra vai avançar com a construção de um pavilhão para a instalação de uma fábrica de confeções, que crie, no mínimo, 50 postos de trabalho.

“No fundo, o que estamos a fazer é construir o pavilhão para depois o arrendar a uma unidade fabril têxtil”, explicou à agência Lusa o presidente Jorge Custódio, salientando que a Câmara tenta apoiar o mundo empresarial, “dentro do que é legalmente possível”.

A empreitada, contratada por 2,1 milhões de euros, com um prazo de execução de 300 dias, deve arrancar dentro do prazo máximo de um mês na zona industrial da Portela de Unhais.

Segundo o presidente da autarquia da Pampilhosa da Serra, existem duas empresas do setor das confeções, “que já laboram noutros sítios”, interessadas em instalar-se no futuro pavilhão.

“Obviamente, que [o município] ter o custo inicial do investimento é uma benesse para quem se venha a instalar, em vez de construir de início”, sublinhou Jorge Custódio.

O autarca salientou que a futura unidade terá de criar, pelo menos, 50 postos de trabalho, “o que para a dimensão da Pampilhosa da Serra é muito bom”.

O investimento na construção do edifício insere-se “na estratégia municipal de atrair investimento e criação de postos de trabalho” no concelho, realçou o presidente da Câmara.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.